sábado, 29 de novembro de 2008

Aprenda sozinho a falar em Público

Até no futebol, que é um esporte coletivo, uma pessoa eventualmente treina e se aperfeiçoa sozinha, também o estudo da oratória, na falta de uma escola ou de professores, pode ser realizado só com a orientação de um livro ou de um texto de revista. Este é o meu objetivo, dar a você condições de treinar e aperfeiçoar sozinho suas habilidades oratórias. Eu poderia escolher diversas formas para orientá-lo na preparação e aperfeiçoamento da arte de falar em público, desde um dos métodos utilizados, que ensina executivos e profissionais liberais a se apresentarem de maneira eficiente em reuniões, palestras e exposições de projetos e produtos; até dicas e sugestões básicas de como se apresentar diante da platéia. Escolhi, um recurso que poderá atender às expectativas da maioria dos leitores, um roteiro com respostas às perguntas mais comuns formuladas. Vou apresentar as mais comuns organizando-as por ordem de relevância

PRIMEIRA QUESTÃO


Quando falo em público fico muito nervoso, as batidas do meu coração aceleram, as mãos suam, as pernas tremem, a voz enrosca na garganta, os pensamentos somem, perco a concentração, não consigo ouvir o que estou falando e não tenho controle sobre a velocidade das palavras. Como faço para acabar com esse nervosismo ?

Essa resposta não é simples, pois o nervosismo não desaparece num passe de mágica. Para combatê-lo é necessário estudo, força de vontade e dedicação.



Em primeiro lugar é preciso saber que o nervosismo é uma conseqüência do medo. Quando ficamos com medo as glândulas supra-renais liberam adrenalina no organismo para fortalecer os músculos, aumentar a pressão sanguínea e nos preparar para fugir mais rapidamente da situação de perigo. Entretanto, quando falamos em público, ficamos com medo, ocorre a liberação da adrenalina com a finalidade de fortalecer o organismo e nos preparar para a fuga, mas não dá para fugir. O público está ali à nossa frente aguardando que façamos a apresentação. Assim, como não nos movimentamos como deveríamos nos movimentar se estivéssemos fugindo, a adrenalina não é metabolizada e permanece mais tempo do que deveria no organismo e provoca esse nervosismo todo. Portanto, para falar com mais tranqüilidade é preciso reduzir a quantidade de adrenalina despejada no organismo. São três os caminhos para que você possa falar com mais confiança, e que precisam ser tomados simultaneamente:

Conhecer o assunto com a maior profundidade possível e ordená-lo de forma lógica e concentrada;
Treinar bastante o uso da palavra em público para ter prática e adquirir experiência;
Aprender a identificar as qualidades de comunicação que você possui.
Como você pode notar, sua dedicação deverá ser bastante intensa, pois para ter segurança precisará estudar muito bem o assunto e planejar a seqüência da apresentação, sabendo passo a passo o caminho que irá seguir; aproveitar todas as oportunidades que aparecem para exercitar o uso da palavra diante do público; estabelecer um projeto para desenvolver o autoconhecimento positivo, aprendendo cada vez mais quais são as qualidades da sua comunicação. A partir desses três pontos você se sentirá mais seguro, descarregará menos adrenalina no organismo e o nervosismo diminuirá a um nível suportável, de forma a não prejudicar suas apresentações. Bem ao contrário, um pouco de adrenalina poderá se transformar em energia positiva e ajudá-lo a falar com mais disposição e entusiasmo.

SEGUNDA QUESTÃO

Não sei o que fazer com as mãos. Quando estou na frente do público parece que elas ficam enormes e sobram dedos para todos os lados. Como deverei gesticular ?

Essa questão já possibilita uma resposta mais simples e fácil de ser posta em prática. Gesticular quando falamos em público não é muito diferente da gesticulação que usamos nas conversas mais informais com amigos, pessoas da família e colegas de trabalho. Se você fizer gestos diante dos ouvintes da mesmo maneira como já faz nas conversas do cotidiano, com certeza irá acertar. Alguns conselhos que você poderá pôr em prática imediatamente para melhorar a gesticulação:

Evite a falta de gestos, mas também, e principalmente, o excesso de gesticulação. Se você não gesticular, deixará de usar um aspecto importante da expressão corporal para transmitir a mensagem; entretanto, se você gesticular demais, poderá atrapalhar a concentração dos ouvintes e eles terão dificuldade para acompanhar seu raciocínio. Se tiver de optar entre a falta e o excesso de gesticulação, prefira a falta.
Faça gestos moderados, normalmente acima da linha da cintura e sem pressa de voltar com as mãos à posição de apoio. Esses cuidados farão com que a gesticulação diante da platéia seja muito parecida com a que você já está acostumado a usar e proporcionará um comportamento natural, espontâneo e expressivo. De forma objetiva e simplificada, a regra é procurar explicar com as mãos com moderação o que você está dizendo.

TERCEIRA QUESTÃO

Como devo me posicionar diante do público? Posso me movimentar? Já li alguns livros que dizem que a movimentação é importante, e outros que afirmam que é melhor ficar parado. Afinal, quem está com a razão ?

Por estranho que possa parecer os dois têm razão. Se você ficar imóvel diante do público, dificilmente conseguirá interagir com os ouvintes. Por outro lado, se você se movimentar demais, ou sem objetividade, passará a imagem de alguém inseguro, hesitante e sem convicção. Por isso, posicione-se naturalmente sobre as duas pernas, dando um equilíbrio ao corpo e procure se movimentar quando houver alguma finalidade, como aproximar-se de uma parte da platéia que começa a ficar desatenta, para que voltem a prestar a atenção; ou para dar ênfase a determinadas informações que julgar relevante. Se você se posicionar ora sobre a perna, ora sobre a outra, procurando uma forma de se sentir confortável, demonstrará aos ouvintes que não está à vontade e eles poderão interpretar por essa atitude tratar-se de um sinal da falta de conhecimento sobre o tema.

Autor: Reinaldo Polito
Visite o site: www.polito.com.br

CONCURSO PARA PROFESSOR: Estado abrirá 4 mil vagas

A mensagem enviada à Assembléia pelo governador, com caráter de urgência, deve ser votada até o fim do ano

O governador do Estado, Cid Ferreira Gomes, encaminhou ontem para a Assembléia Legislativa dois Projetos de Lei, com caráter de urgência. Um cria um total de 4 mil vagas de provimento efetivo para professores da rede, por meio de concurso público, com lotação da Secretaria da Educação do Estado (Seduc). Já a outra mensagem diz respeito à criação de 100 escolas estaduais de educação profissional.

Conforme explicou a secretária de Educação do Estado, Izolda Cela, ambos os documentos, pela urgência requerida, devem ser votados até o fim do ano e são muitos significativos para a rede.

“Precisamos que sejam votados logo porque temos de organizar o concurso público”, justifica Izolda.

Como recordou a secretária de Educação, o último concurso público para professores aconteceu em 2003. Desde então, o Estado calcula que, atualmente, há 6 mil docentes afastados das salas de aula para se aposentarem, sendo 16 mil na ativa. Até 2013, antecipa, o percentual de aposentados atingirá 60%.

“É uma reivindicação antiga e importante. Os professores que estão hoje com vínculo temporário terão a possibilidade de ingressar no quadro permanente da rede. Assim, garantiremos as condições adequadas para os professores, repercutindo positivamente no aprendizado dos estudantes”.

Ao todo, de acordo com Izolda Cela, existem 7.500 mil contratos temporários no Estado, que não representam, necessariamente, todos docentes, já que a carga horária varia não correspondendo a de um professor. Dessa forma, as vagas que surgiram e realmente precisam ser ocupadas poderão a partir do concurso.

“Vai diminuir a situação de temporários, embora sempre serão necessários para afastamentos, licenças médicas e de maternidade. O número de professores deve equacionar com o número de alunos”. Como enumerou, no Estado são 600 mil estudantes, distribuídos em 680 escolas.

No entanto, como já preveniu Izolda Cela, possivelmente o Estado não poderá contar com os docentes para o início do ano letivo de 2009, por conta de todo o processo licitatório para o concurso. “Nossa expectativa é que ainda em 2009 já possamos contratar”, conta.

De acordo com o documento, o Estado busca “o cumprimento das determinações da Carta Magna e da Lei de Diretrizes e Bases da Educação”. Sendo, portanto, “as despesas decorrentes da aplicação desta lei ocorrerão à conta das dotações próprias da Secretaria de Educação”.

MERCADO DE TRABALHO
Ensino profissional será formalizado

A outra mensagem enviada à Assembléia Legislativa será para formalizar as escolas estaduais de ensino profissional, segundo a secretária de Educação, Izolda Cela. Como disse, as instituições consistem na formação de ensino médio integrado. Isto é, a partir dele, os estudantes poderão cursar o Ensino Médio, ao mesmo tempo que poderão ter uma capacitação técnica.

“O currículo regular se articula com o técnico profissional. O aluno ingressa no primeiro ano do Ensino Médio e na área técnica. No caso, ficam em tempo integral na escola, almoçam nela, inclusive”, acentua. Ao todo, segundo esclareceu Izolda Cela, são 100 escolas, sendo que 25 já começaram a funcionar neste ano, assistindo cerca de 4.300 estudantes, somente com o primeiro ano.

Em 2009, detalha, serão mais 25 escolas em funcionamento. Já em 2010, esse total passa para 50, com as três séries do Ensino Médio ofertadas. “A nossa expectativa é muito positiva em relação a essas escolas. O projeto piloto, com as que já estão funcionando, tem sido muito bem avaliado pela população. A repercussão tem sido muito animadora. É a possibilidade de que o Ensino Médio tenha uma contribuição mais efetiva”, esclarece.

Até porque, como disse Izolda, não se pode fugir da realidade que muitos estudantes precisam arranjar um emprego, até mesmo para continuar estudando. “Abre a oportunidade para ingressarem no mercado de trabalho”.

JANINE MAIA
Repórter

TCU identifica irregularidade em 14 universidades UFC é uma delas

Entre julho e setembro, o TCU fiscalizou 464 convênios e contratos que somavam R$ 950 milhões

Brasília. Depois da crise na Universidade de Brasília (UnB), que terminou com a renúncia do ex-reitor Timothy Mullholand, o Tribunal de Contas da União (TCU) encontrou irregularidades em contratos e convênios de 14 instituições federais de ensino superior com suas fundações de apoio. Entre julho e setembro de 2008, o TCU fiscalizou 464 convênios e contratos que juntos somavam R$ 950 milhões.

As instituições auditadas foram: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Federal de Roraima (UFRR), Universidade Federal de Amazônia (UFAM), Universidade Federal do Acre (UFAC), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal da Bahia (UFBA). O objetivo da fiscalização foi examinar o relacionamento das universidades com suas fundações de apoio.

As fundações foram criadas na década de 90 como forma de garantir mais autonomia na gestão dos recursos das universidades. Mas o relatório do TCU avalia que “essa autonomia universitária às avessas, promovida por intermédio de fundações privadas de apoio, significou também um perigoso distanciamento das Ifes [instituições federais de ensino superior] do ambiente de controle propiciado pela contabilidade pública e pelo trânsito dos recursos públicos por dentro do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi)”.

As principais irregularidades encontradas pelo TCU referem-se à contratação de pessoal e de serviços sem licitação, falta de transparência na prestação de contas e a não-observância de deliberações de órgãos de controle (internos e externos). Segundo o TCU, em muitos casos, os contratos tinham a função de produzir recursos excedentes que eram guardados pelas fundações, mas geridos informalmente por reitores, chefes de departamento e coordenadores de cursos.

O TCU determinou um prazo de 180 dias para que as universidades corrijam as irregularidades. Entre as medidas que devem ser tomadas está a disponibilização na internet dos dados e do andamento dos projetos que estão sendo desenvolvidos em parceria, bem como os recursos envolvidos em cada um deles. Outra recomendação é a criação de contas bancárias e contábeis específicas para cada projeto firmado com as fundações de apoio.

Em abril, os Ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia publicaram uma portaria para tornar mais rígido o repasse de recursos das fundações para as universidades públicas. As fundações ficaram proibidas de remunerar as universidades mediante a doação de bens ou serviços.

PROBLEMAS

Contratação de pessoal e de serviços sem licitação
Falta de transparência na prestação de contas

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Prefeito anunciará futuros secretários municipais.

O futuro prefeito de Quixadá Dr. Rômulo Carneiro, anunciará em breve seus futuros Secretários municipais, especula -se que alguns nomes já estão definidos:

Secretaria de Educação e Desportos: Ligia Saraiva permanecerá;
Secretaria de comunicação: Carlos Augusto deixará a Fundação Cultural;
Secretaria de Ação social: Rosa Buriti vereadora eleita e irmã do vice prefeito Airton Buriti, a mesma já era da pasta.
Secretaria da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural: Capitão deixará sua vaga de vereador e assumirá a Secretaria.
Secretaria do Desenvolvimento Urbano: Paulo Stênio (atual)
Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo: Henrique Rabelo (atual)
Secretaria de participação popular esporte e juventude: Audênio Morais, deixará o cargo de vereador e assumirá a secretaria.
Secretaria da Cultura:
Chefe de gabinete: ?
Fundação Cultural...?
Secretaria da Saúde: ?
Políticas para as Mulheres:?


Como não era de esperar nomes diferentes ficará quase a mesma composição do atual prefeito Ilário Marques, os citados nomes não são oficial, mais é quase certos. Não se sabe qual a pasta que o dono do sistema monólitos Everadinho Silveira, Erisvalda (Dada) e aqueles companheiros que não foram eleitos a vereador ficarão.

A vereadora e ex-secretaria de educação de todas as gestões do atual prefeito professora Edi Leal não participará do novo governo, segundo informação a mesma será presidenta da Câmara Municipal de Quixadá. O Irmão do futuro prefeito Cleber Júnior Carneiro pelo visto não terá uma secretaria e ficará somente com o cargo de vereador o que na verdade é um bom inicio não empregar os familiares em sua gestão.

MEIA-ENTRADA: Haddad defende reparo em projeto

é confuso e não garante o direito de meia-estrada dos estudantes

Brasília. O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse ontem que o projeto de lei que regulamenta a cobrança da meia-entrada em shows e espetáculos teatrais precisa de reparos. Segundo ele, o texto, da forma como está, não assegura o direito dos estudantes.

O PL aprovado essa semana pela Comissão de Educação e Cultura do Senado determina, entre outros pontos, uma cota de 40% para ingressos vendidos como meia-entrada. “Eu entendo que o PL está um pouco confuso. Está pouco claro como ele vai funcionar e se o direito dos estudantes será resguardado. Da maneira como ele foi construído fica um pouco difícil visualizar que o estudante não será prejudicado”.

A questão da centralização da emissão de carteiras estudantis e da fiscalização de documentos falsos, na opinião de Haddad, ficou “mal desenhada no projeto”. Segundo ele, a Medida Provisória 2208 de 2001, que hoje regula a meia-entrada estudantil, restringe o acesso à cultura pois permite um excesso de carteirinhas, o que puxa o preço dos ingressos para cima. A MP desobrigou o estudante a apresentar a carteira nacional da UNE e tornou válido qualquer documento que comprove que a pessoa é estudante.

“Acho que o Congresso fez bem em avançar o debate e tentar resolver um problema que não foi criado agora, mas em 2001 pela MP 2208. Foi ela que desorganizou todo o setor, vamos ser francos. O passo que foi dado contempla um lado da questão, que são os produtores que querem ver uma regra estabelecida. Do meu ponto de vista, agora a questão do direito dos estudantes precisa de aperfeiçoamento” avaliou.

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, que defende que o “derrame de carteirinhas” inviabiliza a produção cultural do país, também participou do debate. “É preciso dar uma solução para a questão das carteiras falsas, é preciso revogar a MP que possibilitou que entidades fossem criadas só para fazer carteirinhas”, criticou.

Ferreira defendeu a idéia de que pessoas até 18 anos deveriam ter direito à meia-entrada porque estão na idade escolar, bastando a apresentação da carteira de identidade.

Absolutamente nocivo

A presidente da UNE, Lúcia Stumpf, reafirmou que a configuração atual do projeto é “absolutamente nociva” aos estudantes. “Ele nasceu de forma positiva, com pontos que ajudamos a propor e elaborar, mas na formulação final retirou o problema central que é o grande número de falsificações. Tudo que tratava da regulamentação foi retirado e só sobrou a limitação.”

Lúcia afirmou que o projeto foi aprovado em função da pressão do “lobby da cultura”. “Nós estamos atuando dentro da política, queremos que os senadores alterem esse projeto, colocando de volta a unificação das carteiras e retirando as cotas. Caso sejamos derrotados, continuaremos nossa luta na Câmara”, prometeu a presidente da UNE.

Senado aprova cota de 40% para meia-entrada

Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou na última terça-feira, 25 de novembro, o projeto de lei que limita a venda de ingressos de meia-entrada a 40% do total de lugares oferecidos ao público. A cota é destinada a estudantes e pessoas com mais de 60 anos em shows, teatros, cinemas, circos, museus e outros eventos culturais ou esportivos. O benefício não será aplicado ao valor dos serviços adicionais oferecidos em camarotes, áreas e cadeiras especiais.
O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) propôs a retirada desse limite no relatório da senadora Marisa Serrano (PSDB-MS). Sua sugestão, no entanto, foi rejeitada por 14 votos a 7. Resultado que provocou a permanência do conteúdo do relatório, com as cotas. Arruda enfatizou que apresentará recurso para que o projeto, votado em decisão terminativa na Comissão, seja submetido à apreciação do Plenário.
Segundo o senador, a cota é uma restrição à conquista histórica das entidades estudantis. Apesar de ser a favor da regulamentação da emissão do documento de identificação estudantil, ele acredita que a medida irá castrar os direitos dos alunos.
Representantes da UNE (União Nacional dos Estudantes) e da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas) compareceram à sessão e se mostraram a favor da argumentação de Arruda. Posição contrária do grupo de atores e produtores culturais, que defendeu a regulamentação da emissão de carteirinhas de estudante e o limite para venda dos ingressos pela metade do preço.
A venda antecipada dos ingressos também dividiu opiniões. Arruda também rejeitava a medida, mas no relatório aprovado permanece a sugestão de que os moldes desta venda sejam definidos por conselho a ser criado pelo Poder Executivo. Este órgão será responsável também por controlar a venda dos 40% de meia-entrada.
Para restringir as falsificações, o artigo 5º do texto aprovado revoga a Medida Provisória 2.208/01, que retirou da UNE (União Brasileira dos Estudantes) e da UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundários) a atribuição de emissão de carteiras de estudantes. O conselho terá a missão de definir as novas regras. O documento, a partir da validação do projeto de lei, só será emitido aos estudantes matriculados nos ensinos fundamental, médio, superior e pós-graduação.
A proposta também autoriza o Poder Executivo a criar o Conselho Nacional de Fiscalização, Controle e Regulamentação da Meia-Entrada e Identificação Estudantil.
Por ter sofrido algumas alterações, o projeto de lei ainda passará por um novo turno de votação na comissão antes de ser encaminhada para a Câmara dos Deputados. Se for apresentado recurso, poderá passar por uma votação no Plenário do Senado antes de ser encaminhado à Câmara.
* Com informações da Agência Senado.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

COMUNICADO: I Festival Nacional da Canção de Quixadá – I FENAQUI

Prezados Senhores,




Venho através deste comunicar que por motivos superiores o I Festival Nacional da Canção de Quixadá – I FENAQUI, não será realizado nos dias 05 e 06 de Dezembro conforme divulgado anteriormente.

Durante todo o ano de 2008 lutamos e batalhamos para que esse evento fosse executado de forma coerente e digna,mas obtivemos muita dificuldade, principalmente por se tratar de um ano político onde todas as pessoas se dedicavam e direcionavam suas atenções para as eleições municipais.

Após as eleições, veio o final de ano,onde as empresas privadas já tinham comprometido seus recursos para o ano de 2008,dificultando a captação de recursos necessária para o evento se realizar.

Portanto a equipe de produção do I FENAQUI optou em adiar o evento para o ano de 2009,onde iremos concluir a captação de recursos e realizar o evento com maior conforto e tranqüilidade.

É com muita insatisfação que lhes comunico esta notícia,para que todos vocês possam compreender o quanto é difícil realizar sonhos e objetivos ligados á cultura,onde somos a minoria por não contribuir comercialmente com o que a mídia nos impõe a ouvir diariamente.

Somos sedentos de uma qualidade musical diferente,onde políticos e empresários se limitam em investirem financeiramente, alegando que não irão obter o retorno necessário por não atingir o público majoritário (povão).

Mas iremos continuar a busca para que possamos concluir com êxito o Projeto I FENAQUI.

Agradeço a compreensão de todos e todas,principalmente as pessoas interessadas e que torcem para que o I FENAQUI se realize o mais breve possível.

Aproveitando a ocasião desejo á todos vocês um Feliz Natal e um ótimo ano de 2009.

Em breve estaremos divulgando a nova data de realização do I FENAQUI.



Cordialmente



Edna Letícia Uchôa
Produção

COMUNICADO: I Festival Nacional da Canção de Quixadá – I FENAQUI

Prezados Senhores,


Venho através deste comunicar que por motivos superiores o I Festival Nacional da Canção de Quixadá – I FENAQUI, não será realizado nos dias 05 e 06 de Dezembro conforme divulgado anteriormente.

Durante todo o ano de 2008 lutamos e batalhamos para que esse evento fosse executado de forma coerente e digna,mas obtivemos muita dificuldade, principalmente por se tratar de um ano político onde todas as pessoas se dedicavam e direcionavam suas atenções para as eleições municipais.

Após as eleições, veio o final de ano,onde as empresas privadas já tinham comprometido seus recursos para o ano de 2008,dificultando a captação de recursos necessária para o evento se realizar.

Portanto a equipe de produção do I FENAQUI optou em adiar o evento para o ano de 2009,onde iremos concluir a captação de recursos e realizar o evento com maior conforto e tranqüilidade.

É com muita insatisfação que lhes comunico esta notícia,para que todos vocês possam compreender o quanto é difícil realizar sonhos e objetivos ligados á cultura,onde somos a minoria por não contribuir comercialmente com o que a mídia nos impõe a ouvir diariamente.

Somos sedentos de uma qualidade musical diferente,onde políticos e empresários se limitam em investirem financeiramente, alegando que não irão obter o retorno necessário por não atingir o público majoritário (povão).

Mas iremos continuar a busca para que possamos concluir com êxito o Projeto I FENAQUI.

Agradeço a compreensão de todos e todas,principalmente as pessoas interessadas e que torcem para que o I FENAQUI se realize o mais breve possível.

Aproveitando a ocasião desejo á todos vocês um Feliz Natal e um ótimo ano de 2009.

Em breve estaremos divulgando a nova data de realização do I FENAQUI.



Cordialmente



Edna Letícia Uchôa
Produção

YouTube aumenta tela de exibição de vídeos

Após anos de reclamações sobre o tamanho de seu reprodutor de vídeos, o YouTube decidiu expandi-lo, adotando um formato de tela maior, anunciou a empresa.

O portal de troca de vídeos do Google anunciou na segunda à noite a mudança do formato, em mensagem divulgada em seu blog.

"Ao longo dos anos, tivemos muitos comentários seus (usuários) sobre o que gostariam de mudar no YouTube, e o tamanho do reprodutor é o que lidera a lista de pedidos", afirmou o YouTube.

"Expandimos a tela para 960 pixels para que reflita melhor a qualidade dos vídeos que vocês criam e das telas que utilizam para visualizá-los", acrescentou.

Essa é uma das últimas mudanças do portal, que foi comprado pelo Google por 1,65 bilhão de dólares em 2006, mas foi incapaz, até agora, de traduzir sua popularidade em benefícios econômicos.

XCeará 2008: 40 melhores pilotos do mundo tentam quebrar recorde em Quixadá


O XCeará, maior evento mundial de vôo livre, iniciou terça-feira, 25 com as decolagens dos 40 maiores pilotos do mundo, em Quixadá. Marina Olexing, da Rússia, Marlin Gorayski, da Polônia, e Olivie Leonett, da França, são alguns que estarão até sábado, 29, com chances reais de recordes mundiais na modalidade “distância livre” (cross country). Ao todo, 40 esportistas de nove países estarão no evento.

O XCeará deste ano disponibiliza estrutura composta por 10 carros de resgate equipados com GPS e rádio de comunicação, um ônibus e um avião para o resgate dos pilotos que ultrapassarem a barreira dos 400 Km. Caso algum piloto pouse em um lugar de difícil acesso, a organização do evento fornece um "kit de sobrevivência na caatinga" composto por uma rede de nylon, banana seca, castanha de caju e um chapéu.

Este ano, o XCeará completa 13 anos com Quixadá reconhecido internacionalmente como "A Casa do Recorde Mundial". O município cearense é apontado como o melhor local para a prática de vôos de longa distância, de acordo com a Federação Internacional de Vôo (FAI). Afinal, todos os recordes mundiais de parapente foram quebrados em Quixadá.

Atualmente, o recorde mundial masculino de parapente, quebrado em 2007, é de 462 Km com o início do vôo em Quixadá e término em Coelho Neto (MA) do time brasileiro composto por Frank Brow, Marcelo Prieto e Raphael Saladino. Já o recorde mundial feminino de parapente, tem vôo de 303 Km, com início em Quixadá e término em Piripiri (PI), de Petra, da República Theca, quebrado em 2005.

Quase 90% das pessoas usam internet do trabalho para fins pessoais

FELIPE MAIA
da Folha Online

A possibilidade de estar conectado o tempo todo faz com que as pessoas levem mais serviço para casa e também usem o horário de trabalho para resolver problemas pessoais. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Qualibest indica que 87% dos brasileiros com emprego usam a rede no trabalho para fins pessoais, como checar e-mails e fazer transações bancárias.

Há dois anos, esse índice foi de 89%, o que indica estabilidade nessa prática. Para o Qualibest, a maioria dos funcionários usa a rede do serviço para atividades "sadias", que não comprometem o rendimento.

Dados deste ano do Ibope/NetRatings indicam que o local de trabalho é o terceiro mais usado para acesso à internet no Brasil, depois das residências e dos locais públicos.

Entre as pessoas ouvidas pelo Qualibest, a maior parte (79%) afirmou que acessa o e-mail pessoal durante o expediente. A lista segue com pesquisas em sites de busca (63%), acesso a sites de notícia (58%) e "internet banking" (52%). Apenas 6% afirmaram que usam jogos na internet do trabalho e 17% dizem usar a rede para baixar músicas. A pesquisa não questionou o acesso a conteúdo adulto.

"Não tem como evitar. As pessoas não são robôs --elas precisam de um tempinho. Quando a pessoa prova ser produtiva, não tem mal nenhum em abrir o e-mail pessoal. Só não pode ficar o dia inteiro no MSN", afirma Daniela Daud, diretora do instituto de pesquisa.

Sem perder tempo

Apesar da perda de tempo no expediente, grande parte dos funcionários afirma que o uso de ferramentas de interação na internet "não prejudica em nada o seu rendimento no trabalho". 33% disseram não perder produtividade por causa de recursos como o MSN ou o Gtalk. Para sites de relacionamento como o Orkut esse índice é de 32%.

Segundo a analista, esse uso inclusive não é uma grande preocupação das empresas, conforme mostram os dados da pesquisa --69% dos entrevistados afirmaram que as companhias em que trabalham não impõem qualquer restrição ao acesso à web. Entre os locais que adotam restrições, 87% vetam conteúdo erótico e 83% proíbem o uso de redes sociais como o Orkut.

A pesquisa foi realizada com 1.442 pessoas, com formulário enviado pela internet, entre os meses de setembro e outubro deste ano.

CHEGARÁ AO POVO?: Lula anuncia R$ 1,6 bi de ajuda


Do total de recursos que serão liberados, Santa Catarina ficará com R$ 679 milhões do Orçamento da União

Florianópolis. Depois de sobrevoar por meia hora num helicóptero militar de portas abertas as cidades de Navegantes, Itajaí, Ilhota e Luís Alves, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse se tratar da ´pior tragédia´ do seu governo e uma das ´maiores da história do Brasil´. E completou: ´O que mais me impressionou é ouvir que a água baixou. Passei por locais totalmente cheios d´água e o governador [Luís Henrique] me disse que ontem não se via nem parte do telhado´.

O presidente anunciou a liberação, por meio de medida provisória, de R$ 1,6 bilhão em ajuda emergencial aos Estados do Sul e do Sudeste afetados pelas chuvas. Lula disse ainda que o Banco do Brasil criou uma linha de crédito para empresários e agricultores catarinenses e que estuda a liberação do dinheiro do fundo de garantia. Também em Navegantes, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou a chegada de um avião com dez toneladas de remédios para Santa Catarina, e Lula confirmou o envio de mais sete toneladas hoje.

A medida provisória editada por Lula remaneja pelo menos R$ 679 milhões do Orçamento da União para Santa Catarina, do total de R$ 1,6 bilhão que será destinado a regiões afetadas. Além dos recursos orçamentários, o Ministério da Fazenda enviará ao governo do Estado R$ 370 milhões por meio de títulos públicos, mas o governo não explicou de que forma se dará essa operação, qual a origem dos títulos e para que fim poderão ser usados.

Outros estados

O valor total de ajuda federal chegará a quase R$ 2 bilhões a Santa Catarina, Paraná, Espírito Santo, Bahia, Maranhão e Rio de Janeiro, que enfrentam chuvas, ou seca, no Nordeste. Segundo a Presidência da República, o R$ 1,6 bilhão será distribuído da seguinte maneira: R$ 720 milhões a ações da Defesa Civil; R$ 350 milhões para recuperação de portos; R$ 280 milhões para estradas; R$ 150 milhões para ações das Forças Armadas; e R$ 100 milhões para saúde.

A enxurrada que atingiu o Vale do Itajaí paralisou os principais centros industriais e de escoamento de mercadorias do Estado, além de comprometer a safra de suas principais culturas. De acordo com a Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina), a estimativa inicial é de prejuízos diários de pelo menos US$ 20 milhões apenas em Blumenau.

De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Marcelo Baumbach, já estão prontas para remessa ao estado mais de 10 mil cestas básicas. Ele disse que o presidente Lula determinou aos ministros da área econômica e à chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que “assegurem os recursos necessários para confortar a população catarinense neste momento sofrido”.

Um grupo especializado em salvamento da Força Nacional de Segurança Pública está em Santa Catarina com a missão de socorrer às vítimas das inundações no Estado. São 45 policiais bombeiros e 12 cães.

TRAGÉDIA
Confirmadas 97 mortes em SC

Florianópolis. Até às 21 horas de ontem foram confirmadas pela Defersa Civil do Estado, 97 mortes ocasionadas pelas chuvas em Santa Catarina. Dez cidades decretaram situação de calamidade em Santa Catarina: Gaspar, Rio dos Cedros, Nova Trento, Camboriú, Benedito Novo, Pomerode, Luis Alves, Itajaí e Rodeio. A cidade de Blumenau - uma das mais afetadas pelas chuvas - também decretou situação de calamidade, segundo a prefeitura.

Segundo a Defesa Civil, o município de Ilhota é o que registra maior número de mortos até a noite de hoje: 29 mortes foram confirmadas, a maioria por soterramento. Ontem, o mau tempo prejudicava o resgate das vítimas na cidade, e impediu que helicópteros pousassem no final da tarde.

O número de pessoas que tiveram de deixar suas casas chega a 78.656. Segundo o órgão, deste total, 27.404 estão desabrigados, ou seja, dependem de abrigos do poder público, e 51.252 estão desalojados - devem ficar hospedados nas casas de familiares ou amigos.

A Defesa Civil de Santa Catarina pediu doações de água potável, médicos voluntários e dinheiro aos municípios atingidos pelas chuvas. Com acessos interditados, há, no entanto, dificuldade para a entrega dos materiais. Com isso, Defesa Civil Estadual pede para os interessados priorizem as doações em dinheiro nas contas bancárias. Em Itajaí, uma das cidades mais atingidas pelas chuvas, casas estão debaixo d´água e milhares tiveram de deixar suas residências.

Hospitais do Estado pediram ajuda de médicos voluntários, como é o caso do Santo Antônio, em Blumenau, que precisa de um oftalmologista. Medicamentos para atender 50 mil pessoas foram enviados pelo Ministério da Saúde. A Defesa Civil criou duas contas bancárias para receber doações para compra de mantimentos.

Espírito Santo

Quase 800 pessoas já tiveram que deixar suas casas devido a fortes chuvas que atingem o Espírito Santo. Agora são 450 desalojados e 336 desabrigados, além de 55 famílias notificadas para deixar os imóveis por risco de desabamento. O número de cidades que decretaram situação de emergência subiu de cinco para oito municípios ontem.

A região metropolitana de Vitória é a mais atingida. Ao todo, 23 cidades do Estado registraram problemas por causa da chuva. Diante disso, o governo lançou um plano de enfrentamento aos temporais. Ontem, o efetivo do Corpo de Bombeiros na região de Vitória foi aumentado em 60%. Além disso, o plano de ação prevê doações de cestas básicas, telhas, colchões e cobertores para os municípios mais prejudicados.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Pesquisa diz que paulistano é o mais insatisfeito com a vida sexual

Os paulistanos são os mais insatisfeitos do país com a qualidade geral da vida sexual que levam. Enquanto a média nacional de insatisfação chega a 20,5% entre os homens e 23,6% entre as mulheres; na capital paulista o índice dos que consideram o sexo regular ou péssimo atinge 25,4% dos homens e 29,1% das mulheres. No país, o morador de Manaus é o mais satisfeito nesse quesito: apenas 15,8% dos homens e mulheres reclamam de sua vida sexual.


Os dados pertencem à pesquisa Mosaico Brasil, a maior já feita sobre sexo e afetividade no país, e que entrevistou 4.206 homens e 4.031 mulheres acima de 18 anos em dez capitais brasileiras ao longo de 2008. O estudo foi divulgado na manhã desta terça-feira (25) durante entrevista em um hotel na Zona Oeste de São Paulo e foi conduzido pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, com o patrocínio do laboratório Pfizer.


Na contramão da satisfação com o sexo, o estudo mostrou ainda que as mulheres que vivem em São Paulo, mais que os homens, consideram a vida sexual o terceiro fator mais importante para a qualidade de vida. Para os paulistanos, o sexo é o quarto fator, atrás de uma alimentação saudável, tempo de convivência com a família e a prática de exercícios regulares. O estudo revela ainda que essa preocupação da mulher de São Paulo não supera apenas a dos homens que vivem em São Paulo, mas as pessoas de todo o país.


Embora o sexo seja colocado como segundo fator de qualidade de vida por 77,8% os cariocas, os homens que mais valorizam o sexo no Brasil, 81,7% das paulistanas colocaram o sexo como terceiro fator.

“A mulher mostrou que para ela o sexo é um item de qualidade de vida, mas isso não significa que ela o está fazendo como queria. Pela vida atribulada, pelos múltiplos compromissos, provavelmente ela não exercita o item da qualidade de vida da forma como gostaria”, afirmou Carmita Abdo, coordenadora do estudo. Para a professora da USP, são exatamente esses os fatores que justificam o índice de insatisfação com o sexo na capital paulista.


Número de relações sexuais

O estresse e a correria do dia-a-dia também são usados por Carmita para esclarecer por que o morador de São Paulo é o que deseja, no país, um menor número de relações sexuais na semana. Enquanto os homens gostariam de ter 5,2 relações, as mulheres desejam ter 3,5 relações. Em Belo Horizonte, esse desejo para os mineiros é de oito relações e para as mineiras de 5,3 vezes. Na prática, o número atingido de relações sexuais pelos paulistas é ainda menor. Eles praticam sexo 2,8 vezes na semana e elas, 2,1 vezes.

Segundo Carmita, o fato de os homens afirmarem ter uma relação a mais que as mulheres, em média, se justifica por motivos “tradicionais” e alguns mais recentes. “O homem ainda trai mais que a mulher e também existe mais homossexuais masculinos do que femininos”, disse. Na cidade de São Paulo, a pesquisa ouviu um total de 1.526 homens e mulheres. A maior faixa etária abordada foi entre 26 a 40 anos, mas até pessoas acima de 71 anos foram entrevistadas.

Brasil

A pesquisa foi realizada nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Cuiabá, Manaus, Salvador e Fortaleza. Entre os dados relevantes o estudo, está a consolidação da importância do sexo na vida do brasileiro e a maior facilidade com que ele fala sobre o assunto. Pela pesquisa, 95% dos brasileiros afirmam hoje que o sexo é importante ou muito importante para a vida e 57,9% dos homens e 60,6% conversam mais sobre sexo com a família. Além disso, cerca de 45% dos brasileiros se consideram realizados tanto na vida sexual como na afetiva.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Ação voluntária: Doadores de sangue serão homenageados em Quixadá


Hemocentros do Ceará homenagearão heróis anônimos no Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Quixadá. Hoje, no Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, cinco personagens anônimos serão homenageados no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Sertão Central. O padeiro Francisco Nildo Nobre Silveira, a vendedora Patrícia Carla Silva Fernandes, o comerciante Ramon Pereira Lopes, a dona-de-casa Maria das Graças Holanda da Silva e o estudante Geovan Nobre de Araújo receberão medalhas em nome dos mais de três mil doadores que compareceram este ano nas unidades de coleta espalhadas pela região. A solenidade se repetirá também nos Hemocentros de Fortaleza, Iguatu, Crato e Sobral.

Mais do que nunca, o ato voluntário de doar sangue se torna crucial na manutenção do estoque no Hemocentro de Quixadá. Conforme levantamento efetuado pela equipe do Centro Regional, os índices de voluntários inaptos se elevaram este ano. Até julho passado, chegaram a mais de 30%. Estão bem acima da média nacional. O Programa Nacional de Doação Voluntária de Sangue (PNDVS) considera como aceitável o limite de 20%.

Por conta dos resultados negativos, o reconhecimento a quem dedica um pouco da sua vida em prol do próximo é mais do que merecido.

Elogio
A equipe do Hemocentro interiorano elogia também a iniciativa dos Desbravadores da Missão Costa Norte da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Além de promoverem passeata pelas ruas e avenidas de Quixadá, estimulando a doação de sangue e prevenção às drogas, aproximadamente 300 jovens participaram do mutirão de doação realizado na abertura da Semana do Doador Voluntário de Sangue. Representantes de várias cidades e, inclusive, dos Estados do Piauí e Maranhão fizeram questão de prestar a sua contribuição. Num único dia, doaram mais de 15 litros.

Na opinião da chefe do Centro Técnico da unidade de Quixadá, Valdiene Babosa Brito, a colaboração maciça reduz a carência decorrente das coletas rejeitadas, principalmente em razão da contaminação por Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

Contribuição
Ela considera a contribuição significativa, uma vez que dados do Ministério da Saúde apontam apenas 1,8% da população como doadores regulares. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a média adequada para cada país é de 3 a 5%.

O diretor do Hemocentro Regional, médico Raimundo Apoliano Albuquerque, destaca a necessidade de fidelização dos doadores aptos para estabilização do banco de sangue que integra a rede estadual de Hemocentros. Ele ressalta que a coleta trata-se de um processo contínuo. Assim como qualquer produto orgânico, o sangue se degenera. Embora mantidas em refrigeradores, as bolsas têm prazo para utilização com média de 40 dias. Assim, a alternativa é contar com um número cada vez maior de doadores repetitivos.

Doações
Segundo a assessoria de imprensa do Hemoce, mais de 88 mil voluntários doaram sangue no Ceará em 2007. De janeiro a outubro deste ano o Centro de captação de Fortaleza recebeu 45.760 doações. Embora bem abaixo do percentual proposto pela OMS, o estoque é considerado confortável.

A Semana Nacional do Doador, a se encerrar na próxima sexta-feira, fortalece ainda mais a ação voluntária em todo o Estado. Uma garantia a mais para o período crítico das festividades de fim de ano.

Alex Pimentel
Colaborador

Enquete

Qual a importância de ser um doador?

Valdiene Fernandes Barbosa Brito
38 ANOS
Dir. Hemocentro

"Embora pareça um gesto simples, a doação que eles fazem para os bancos de sangue do Hemoce ajuda a salvar vidas".

Joylk Ribeiro Barros Sousa
20 ANOS
Desbravador

"Poder ajudar outras pessoas, quem nem conhecemos é, com certeza, uma importante prova de amor ao próximo".

Alice Sousa Silva
19 ANOS
Desbravadora

"Fico satisfeita em saber que, pouco mais de 400 gramas da minha vida, estarão ajudando a salvar outras pessoas".

Mais informações:
Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce)
(85) 3101 2296
Hemocentros:
Sobral: (88) 3677.4624
Crato: (88) 3102.1260
Iguatu: (88) 3581.9409
Quixadá: (88) 3445.1006

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Quixadá – Prefeitura não tem rampa de acesso para as pessoas que têm dificuldades especiais.


Um dos direitos garantido pela Constituição brasileira é o de ir e vir. No entanto, algumas pessoas têm dificuldades especiais. Para quem se utiliza de cadeira de rodas, muletas, bengala, ou tem qualquer outro tipo de limitação na locomoção o acesso a alguns lugares privados ou vergonhosamente publico. Em Quixadá o acesso a Prefeitura Municipal de Quixadá é algo quase impossível de um deficiente ter acesso a este lugar. O que mais estranha é que se trata do maior órgão do município restringir este acesso.

Exemplo diferente foi tomado pelo ex-vereador e atual vice prefeito de Quixadá Cristiano Goes, quando então era presidente da Câmara Municipal o mesmo teve iniciativa de fazer uma rampa para que todos os cidadãos tivessem acesso ao poder legislativo municipal.

O Decreto-lei nº 5.296, de 03 de dezembro de 2004, estabelece em seu artigo 5º que todos órgãos da administração pública, as empresas prestadoras de serviços públicos e as instituições financeiras deverão dispensar atendimento prioritário às pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

Entre as adaptações necessárias estão o rebaixamento de guias e sarjetas nas calçadas, a inclusão de rampas em todos os lugares com escadas, implantação de sinalizadores em braile e de sistema de voz em elevadores e em áreas específicas, colocação de piso antiderrapante, alargamento de espaços, instalação de corrimão, adaptações em banheiros e veículos do transporte coletivo, entre outras medidas. Veja o que diz o citado decreto

Temos a ciência que a sede do poder executivo municipal complica este acesso mais nada justifica a falta de iniciativas, ou seja, nada ainda foi feito em prol destes cidadãos que paga também imposto. A prefeitura, situa-se à Rua Tabelião Enéas, 649, Centro, Quixadá, Ceará, Brasil, CEP: 63900-000 :: Fone: (88) 3412-3864, E-mail: prefeitura@quixada.ce.gov.br o blog toma iniciativa e desafia os seus leitores a mandarem e-mail cobrando medida visando a inclusão de todos na situada sede.

No vídeo a comprovação não nos deixa fazer juízo de valor ou acrescentar algo inexistente, a clareza da informação comprava o que comentamos. Resta saber o que o prefeito eleito fará. Já estamos marcando uma entrevista para que o mesmo cite seus projetos visando à melhoria de vida destes cidadãos. Enquanto isso nada será feito caso os quixadaenses não tome a iniciativa de fazer a sua parte.

FONTE:
Equipe do Blog.
Autorizamos reprodução.

Acampamento reúne 3.500 desbravadores


Caminhada, trabalhos sociais e prática esportiva compuseram a programação do encontro religioso

Quixadá. Um batalhão de meninos e meninas com idades entre 10 e 15 anos, de diferentes classes sociais, participaram, neste fim de semana, em Quixadá, de um dos maiores acampamentos religiosos realizados no Brasil: o XII Campori de Desbravadores da Igreja Adventista do 7º Dia. Grupos de todo o Ceará, Piauí e Maranhão promoveram uma diversidade de missões recreativas e sociais na “Terra dos Monólitos”.

Segundo o líder regional dos Desbravadores, pastor Rafael Santos, 3,5 mil jovens estiveram reunidos no parque de exposições da Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos do Ceará (Acocece), a menos de 1km do Açude do Cedro. O espaço foi escolhido em razão da necessidade de adaptar a infra-estrutura para acomodar os visitantes. Além da montagem de mais de mil barracas, foi necessária a instalação de rede hidráulica especial, banheiros químicos e mais de uma centena de mini-cozinhas.

Estruturas especiais para a prática de escaladas, rapel, tirolesa, corridas de orientação, canoagem e mountain bike foram montadas entre os monólitos do Sertão Central. As competições fazem parte da formação dos adolescentes.

Mensagem de vida

No último sábado, 22, os Desbravadores participam de passeata pelas principais ruas e avenidas de Quixadá. “Firmes contra as drogas, violência, tabagismo, alcoolismo e destruição da natureza” era a mensagem de vida saudável levada ao povo de Quixadá. Em seguida, realizaram uma maratona assistencial comunitária. Mobilizam a população para doar sangue no Hemocentro Regional e também distribuíram centenas de cestas básicas para famílias carentes e fizeram panfletagem contra a dengue.

De acordo com Benito Monteiro, um dos membros da equipe de assessoria do Clube de Desbravadores, a cada dois anos, a Igreja Adventista realiza encontros regionais juvenis. A Missão Costa Norte é a responsável pela mobilização e organização. Este ano, 101 grupos prestigiaram a edição promovida em Quixadá.

Mais informações:
Clube de Desbravadores Adventistas - Missão Costa Norte
(85) 3304.0616
www.desbravadores.org.br
morganacassiano@gmail.com

ALEX PIMENTEL
Colaborador

ENQUETE
Encontro é elogiado por participantes

Rafael Santos
27 ANOS
Liderança

A nossa missão é levar aos jovens a palavra de Deus, através de atividades saudáveis, em contato com a natureza.

Rianne Costa
11 ANOS
Desbravadora

É a primeira vez na minha vida que vejo tantos amigos reunidos. É legal poder participar com eles desse encontro tão animado.

Jociely Oliveira
12 ANOS
Desbravador

Poder compartilhar a palavra de Deus com tantos amigos e diante desse lugar tão lindo torna esse encontro maravilhoso.

Assentamentos definem regras de convivência


Vida tranqüila na macrorregião Central do Ceará apenas nos assentamentos controlados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Porteiras fechadas e critérios de convivência são os fatores primordiais para a sobrevivência harmônica das famílias beneficiadas com o programa federal de reforma agrária. Com a aprovação de regimentos internos, se transformam em imensos condomínios rurais onde a ordem prevalece como elemento básico para uma relação social saudável e sem violência.

O modelo de convívio em grupo proíbe a comercialização de bebidas alcoólicas nas fazendas desapropriadas pelo Incra onde muitos trabalhadores rurais passam a morar. Criações de animais somente em cercados. As moradias são construídas a uma distância média de 50 metros umas das outras. Segundo o representante do instituto federal, técnico agrícola Francisco de Assis Bezerra, as regras auxiliam no relacionamento entre vizinhos.

Além das medidas estabelecidas pelo Incra, as próprias comunidades criam seus regimentos internos. A realização de festas é um exemplo. Em alguns assentamentos, os moradores definem o horário e até detalhes relativos à segurança e à limpeza do local depois da farra. Por conta dessas iniciativas, praticamente não existe violência nas 36 propriedades comunitárias espalhadas pelos municípios de Quixadá, Quixeramobim, Banabuiú, Boa Viagem, Choró e Ibaretama.

O técnico do Incra explica que divide com o colega de equipe, o engenheiro agrônomo Romeu Ferreira Leal, a responsabilidade de orientar e fiscalizar as áreas habitacionais criadas pelo Governo Federal para a acomodação dos agricultores. Ele cita o exemplo do Assentamento Palmares. Há algum tempo, o filho de uma moradora montou um bar naquela propriedade situada a 12km do Centro de Quixadá. Pouco tempo depois, o bar foi fechado.

Quem mora no local apóia a proibição. A agricultora Elsa Queiroz Avelino reconhece que se o vício urbano se estabelecesse por ali não seria tão agradável se divertir no terreiro de sua casa com o neto Paulo Henrique e a sua bezerrinha rejeitada, a Mimosa. Problema mesmo só com um misterioso ladrão de galinhas que surgiu recentemente naquelas imediações. Mas a assentada acredita que é coisa de algum vizinho esfomeado, com vergonha de pedir emprestado.

O reflexo dessa mudança brusca de convívio é percebido por José Fernandes Pinto. Até pouco tempo atrás, o aposentado de 75 anos morava no Mondubim, em Fortaleza. Não suportava mais o barulho e a agitação na porta de casa. Nas esquinas, só ouvia falar de assaltos e mortes. Resolveu procurar sossego. Encontrou aconchego ideal no Assentamento Olivença. Passou a morar com o genro. Hoje, tem o prazer de prosear na varanda onde os netos deixam suas bicicletas sem medo de serem levadas.

Conforme Fernandes, o contraste do estilo de vida saudável pode ser visto há poucos quilômetros dali, onde o perímetro urbano de Quixadá se inicia e a agitação da cidade que já enfrenta os problemas das grandes metrópoles.

ALEX PIMENTEL
Colaborador

CARIRI
Entidades previnem violência em Campo Alegre

Distrito do Crato tem duas entidades empenhadas em trabalhar em prol da segurança dos moradores

Crato. Em meio à onda de violência, assaltos, homicídios e tráfico de drogas, ainda existem ilhas de paz e tranqüilidade espalhadas pelo País. Sentado numa cadeira de balanço no terreiro de sua casa, no distrito de Campo Alegre, o agricultor Márcio Belarmino assiste ao pôr-do-sol que se esconde por trás da serra do Araripe, se despedindo do dia.

Márcio é presidente do Conselho Comunitário de Defesa Social e da Associação Comunitária de Campo Alegre, duas entidades preocupadas com a segurança e o bem-estar da comunidade. A quietude do ambiente se confunde com a fala mansa e serena dos moradores que dormem de janelas abertas, acariciados pelos ventos que sopram do sopé da serra do Araripe. O clima de paz e tranqüilidade vivido pelos cerca de 600 moradores do distrito é debitada na conta do Padre Cícero, que tem suas raízes familiares naquela localidade, na união da comunidade e, sobretudo, no sentimento religioso mantido pelo povo.

Faz mais de 20 anos que ocorreu um homicídio no distrito. “O povo nem se lembra mais desse crime”, diz, Márcio, recordando que não se tem notícia de roubos e assaltos na localidade que é reconhecida pela polícia como uma das mais tranqüilas do município do Crato. O comandante da 5ª Companhia da Polícia Militar, major Santos, diz que raramente recebe um chamado de Campo Alegre. O major destaca que os casos de violência ocorrem geralmente no fim de semana, em bares onde são vendidas drogas e bebidas alcoólicas. Em Campo Alegre, não funciona nenhum bar. A venda de bebidas é feita em casas residenciais, sob controle da família.

“Aqui todas se conhecem, é praticamente uma só família”, diz o agricultor Dalmir Amorim da Franca, integrante das duas principais famílias que fundaram o distrito há mais de 100 anos. “Aqui a gente pode dormir de portas abertas”, garante a funcionária do Posto de Saúde Antonia Dias (Vaneide).

Padre Cícero

O major Santos afirma que a violência está relacionada, também, à formação moral e religiosa da comunidade. No caso do distrito de Campo Alegre, a vocação religiosa da comunidade está na entrada do distrito, onde foi erguida uma estátua do Padre Cícero. Os moradores têm um motivo sentimental para reverenciar o Padim. Naquele pedaço de chão está plantado o tronco familiar de Padre Cícero.

ANTÔNIO VICELMO
Repórter

ENQUETE
Segurança é destacada pelos moradores

Rosa Bernardino
Moradora

Padre Cícero deu tranqüilidade à comunidade. Cabe ao poder público melhorar as condições da estrada.

Dalmir da Franca
Agricultor

Todos nós somos parentes do Padre Cícero que celebrou missa aqui. E somos gratos pela segurança.

PISO DOS PROFESSORES: Divergências motivam debate


O governador quer a aprovação da mensagem que encaminhou à Assembléia, sobre o piso dos professores

A implantação da Lei do Piso Nacional (11.738) para os professores da rede pública de ensino, que dentre outras medidas, estabelece R$ 950,00 como mínimo e a destinação de 33% das 40 horas semanais para as atividades extraclasse, como pesquisa, capacitação e planejamento tem gerado discussão entre os membros das Casas legislativas do Estado acerca das reais possibilidades de instaurar o piso, considerando o aumento das despesas.

Ainda na última sexta-feira, na Assembléia Legislativa, os deputados Artur Bruno e Rachel Marques, ambos petistas, reafirmaram suas posições em favor da íntegra da Lei, e que continuaram na defesa da frente nacional em defesa do piso e contra a Ação de Inconstitucionalidade proposta no Supremo Tribunal Federal por alguns governadores brasileiros, inclusive o do Ceará, Cid Gomes.

Para o senador Inácio Arruda (PC do B), as discussões estão direcionadas de forma errada, ao invés de questionarem o aumento da despesa, ´deveriam estar discutindo a melhor forma de implantá-lo´.

Para Inácio Arruda, o piso para o magistério é uma conquista, mas admite saber das dificuldades de se implantar um piso nacional. ´Não é fácil, nunca foi´, disse o senador, este, acredita que a ´luta´ pela implementação das medidas da nova lei será semelhante a travada no Congresso Nacional para fazer valer o Salário Mínimo Nacional. Este, conforme Inácio Arruda, foi implantado em 1980 e, mesmo após quase 30 anos, ainda não é uma realidade para muitos trabalhadores brasileiros.

Problemas

´Quando passou a existir o Salário Mínimo Nacional nós também tivemos muitos problemas. Aliás, isso se arrasta até hoje, porque muitas pessoas ainda não pagam o salário mínimo aos seus funcionários. A luta para que fosse uma obrigação não só das empresas privadas, mas também dos governantes estaduais e municipais, foi muito longa e ainda está acontecendo´, ressaltou o senador, enfatizando ainda estar acreditando que o mesmo pode ocorrer com o piso salarial para professores e que, por este motivo, é importante conhecer a melhor forma de se implementar cada norma da nova lei.

Vale ressaltar que, muitas dessas discussões nas Casas legislativas, além de tratar da viabilidade da implantação do piso, tem a Ação de Inconstitucionalidade (Adi) assinada pelo governador Cid Gomes (PSB) no Supremo Tribunal Federal (STF) como um dos pontos mais polêmicos dos debates. A ação questiona a legalidade de parte da Lei do Piso Nacional para o Magistério, e, por este motivo, tem gerado manifestações de instituições sindicais e até mesmo ameaças de greve da classe. Além de Cid Gomes, outros quatro governadores assinaram a Adin: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso.

Necessária

Segundo o Inácio Arruda, a lei do piso salarial é ´justa e necessária para o desenvolvimento do Brasil´ e, portanto, deve ser encarada como tal. ´Se nós a enxergarmos apenas pelo viés do aumento de despesas que o Município e o Estado vão ter para garantir o pagamento do piso, então vamos considerá-lo apenas como um abuso da decisão nacional´, destacou. O senador afirmou compreender a preocupação dos governadores, mas também avalia a lei como um investimento, porém, de longo prazo.

O parlamentar explicou que Lei 11.738 começa a vigorar em 2010. O prazo objetiva dar condições para que as gestões se adeqüem às medidas. O senador disse ainda que a educação é uma responsabilidade não só do Município e do Estado, mas também da União. Esta, de acordo com as normas estabelecidas pela lei, auxiliará as administrações que não tiverem caixa suficiente para arcar com mais despesas por meio do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O senador ressalta que mesmo questionando a constitucionalidade, o governador Cid Gomes já garantiu o piso para os professores do Estado.

Fonte:
Diário do Nordeste

domingo, 23 de novembro de 2008

Diminuem manifestações de preconceito e racismo "assumido" entre brasileiros

Seja por mero pudor ou realmente por uma questão de consciência, os brasileiros, hoje, se mostram menos preconceituosos do que há 13 anos. Ao repetir neste ano perguntas feitas em 1995, o Datafolha identificou que caiu significativamente o grau de concordância da população com frases como "negro bom é negro de alma branca" ou "se Deus fez raças diferentes, é para que elas não se misturem".

O que não mudou de lá para cá foi a constatação, aparentemente contraditória, de que o brasileiro reconhece o preconceito no outro, mas não em si mesmo. Ou, como já definiu a historiadora da USP Lilia Moritz Schwarcz, "todo brasileiro se sente como uma ilha de democracia racial, cercado de racistas por todos os lados".

Para 91% dos entrevistados, os brancos têm preconceito de cor em relação aos negros. No entanto, quando a pergunta é pessoal, só 3% (excluindo aqui os autodeclarados pretos) admitiram ter preconceito.

Foi igualmente alto (63%) o percentual de entrevistados que afirmaram que negros têm preconceito em relação a brancos, mas somente 7% (excluindo os brancos) dizem ter, eles mesmos, algum preconceito.

Também caiu (de 22% para 16%) a proporção de brasileiros que se sentiram discriminados por sua cor. Esse percentual, no entanto, chega a 41% entre autodeclarados pretos.

Para Schwarcz, o que mudou de 1995 para 2008 foi a popularização do discurso politicamente correto. Ela, no entanto, demonstra algum ceticismo com relação ao menor percentual de concordância com afirmações preconceituosas.

"As coisas mudaram, mas nem tanto. As pessoas reagem mais às frases preconceituosas, como se já estivessem vacinadas. É positivo ver que há maior consciência, mas é preocupante constatar que a ambivalência se mantém. Parece que os brasileiros jogam cada vez mais o preconceito para o outro. 'Eles são, mas eu não'."

Também historiador, Manolo Florentino, da UFRJ, tem opinião semelhante. "O que cresceu foi sobretudo o pudor. Para tanto deve ter colaborado, em alguma medida, a disseminação da praga politicamente correta. Se for este o caso, estaremos mais uma vez frente à constatação de que nosso racismo é envergonhado, que, afora casos patológicos, o brasileiro só expressa seu preconceito racial através de carta anônima."

Constrangimento

O sociólogo Marcos Chor Maio, da Fiocruz, faz leitura mais otimista. O fato de os brasileiros só admitirem preconceito nos outros -o que pode ser visto como hipocrisia-, para ele, é um valor: "As pessoas têm vergonha de parecerem racistas, cria-se um constrangimento enorme. Isso é ótimo".

Fulvia Rosemberg, pesquisadora da Fundação Carlos Chagas e coordenadora do programa de bolsas da Fundação Ford, vê na ampliação do debate sobre a questão racial, provocado principalmente pela discussão das cotas em universidades, uma das causas para a queda do preconceito.

"Isso não acirrou a oposição branco/negro e parece ter desenvolvido maior consciência e atenção às relações raciais."

A socióloga Fernanda Carvalho, do Ibase e uma das coordenadoras do movimento Diálogos Contra o Racismo, concorda: "Não deixamos de ser um país com forte racismo, mas evoluímos. Não se discutia tanto a questão do negro. Hoje, as pessoas estão compreendendo melhor o tema e têm mais consciência de que o preconceito é um valor negativo".
Yvonne Maggie, antropóloga da UFRJ, tem opinião diferente sobre o racismo no país.

"Os pretos se sentem mais discriminados, mas são eles também os que mais acreditam no esforço pessoal. Somos uma sociedade que tem optado por não marcar o sentimento da vida a partir da raça", diz ela, citando o dado de que 71% dos pretos concordam que, se um pobre trabalhar duro, melhorará de vida. Entre brancos, o percentual é de 67%.

Maggie diz também que o aumento da escolaridade nos últimos anos deve ter contribuído para a queda no preconceito. "Pode até ser que o debate sobre raça tenha influenciado, mas não é possível concluir isso com base na pesquisa. O que temos de concreto nesses últimos anos foi que houve uma melhoria radical do sistema educacional no Brasil", diz a antropóloga.

Segundo o Datafolha, quanto maior a escolaridade, menor a manifestação de preconceito. Entre a população com nível superior, apenas 5% concordam que negros só sabem fazer bem música e esporte. Entre os que não passaram do fundamental, a proporção é de 31%.

A idade do entrevistado também influencia. Entre os que têm 41 anos ou mais, 27% concordam com a frase sobre negros na música e esporte. Entre os mais jovens (16 a 25), a proporção cai pela metade: 13%.

ANTÔNIO GOIS
da Folha de S. Paulo, no Rio

Artista do Sertão domina estilos diversificados

Passado e futuro são contemplados com traços artísticos e históricos de autodidata na cidade de Quixadá

Quixadá. Retratista, desenhista, caricaturista, compositor, músico, regente, artista plástico e muito mais. O ex-servidor do extinto Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (Inamps), Raimundo Waldizar Viana, 70 anos, compara suas atividades artísticas a uma salada cultural. No atelier montado no sobrado de sua casa, de janelas abertas para a brisa do Jaguaribe, o autodidata divide sua criatividade entre tintas, memórias e notas musicais. Observar as telas espalhadas por todos os lados é rememorar as origens de sua terra natal, a amada Quixadá, dos exóticos monólitos sertanejos.

Nas explicações do artista se percebe a importância das pinturas, nas misturas de tons e momentos históricos. “Esse calhambeque é do Dr. Brasil Pinheiro, num passeio com a família sobre a passarela da barragem do Açude do Cedro, numa tarde de 1924. Não me falha a memória e muito menos a retina. Tenho a fotografia como prova”, comenta, sorridente, sobre a proeza da época retratada pelas suas mãos. Cita os espaços preenchidos a óleo como um de seus estilos prediletos na arte da pintura. Fácil de interpretar e difícil de questionar. Simplicidade e verdade em tons quase reais.

Todavia, o simpático semblante logo muda, ao ser indagado sobre a arte ao lado, o enorme casarão azulado: “Era o nosso Paço Municipal construído em 96. Nos idos de 1800. Foi demolido pela insensibilidade de nossos políticos. Alegaram que havia rachaduras nas paredes, mesmo tendo cada uma delas praticamente um metro de largura. Desculpas que nem trouxa acredita”, completa o artista, lembrando que sua indignação é compartilhada pelo amigo e também pesquisador escritor João Eudes Costa. No livro “Retalhos da História de Quixadá”, cita o desastre histórico.

Daquela época restou apenas um de seus muitos dons, o de ilustrar a capa da obra literária de 600 páginas a resgatar o passado de sua cidade, a “Terra dos Monólitos”. A habilidosa arte, aliada à afinidade conservacionista, contemplaria o livro seguinte do escritor conterrâneo, “Escravos da Terra Seca”. O mais recente trabalho do memorialista, “Ruas que contam a história de Quixadá”, a ser lançado brevemente, também recebe a capa de Waldizar Viana. “Não é por menos. História e arte se complementam”, diz o escritor elogiando o ilustrador.

Reconhecimento

Foi justamente a admiração do público que o artista polivalente recebeu na sua primeira exposição individual, em Quixadá. O entusiasmo o encorajou a participar no XX Salão Municipal de Abril, no ano seguinte, em Fortaleza. Cinco anos depois voltou a expor suas obras na Capital, no VIII Salão dos Novos, na Galeria Antônio Bandeira. Após breve experiência como desenhista publicitário, recebeu formação básica na Casa de Cultura Raimundo Cela. Ali expôs pela primeira vez, no ano de 1980.

Os convites não cessaram mais. Em mais de 50 anos dedicados às artes plásticas, Waldizar Viana já perdeu a conta de quantas exposições participou. Não esquece, entretanto, da homenagem recebida pelo então presidente da Câmara de Vereadores de Quixadá, Cristiano Góes, quando, no Centro Cultural Rachel de Queiroz, foi agraciado com duas comendas. A primeira pela ilustração do primeiro livro de João Eudes Costa e a segunda pelo trabalho à frente do Grupo Coral Vinha de Luz, do qual é fundador e também regente.

APRENDIZADO
Regente fundou Banda de Música

Quixadá. Quanto às habilidades musicais, Raimundo Waldizar Viana diz ser do sangue. O pai, Raimundo Viana Ferreira, era músico. O restante da família também. Aprendeu com eles os primeiros acordes e o gosto pela boa música. O interesse foi tamanho que, além de letrista, arranjador e regente, foi um dos fundadores da Banda de Música de Quixadá, aos 28 de março de 1968. Depois de 30 anos, resolveu criar o coral ecumênico.

Em maio deste ano, o grupo composto por 20 integrantes completou 10 anos apresentando espetáculos voltados à doutrina espírita, crença à qual Waldizar se converteu.

Foi no Espiritismo que ele encontrou forças para se livrar da boemia que se prolongou até os 40 anos. Não demonstra qualquer aptidão mediúnica, no entanto, acredita na existência do espírito eterno como fonte de suas inspirações, quer seja na ponta do lápis, — a esboçar mais uma de suas obras, “O Abandonado”, retratando o homem do campo no Sertão do Nordeste —, ou na criação de mais uma partitura para o chorinho dedicado ao seu filho D´arsonval, 21 anos.

Viana resolveu dar ao filho o nome do inventor francês encontrado nas páginas do livro “Contos e Apólogos”, do psicógrafo Humberto de Campos.

Minha vida

Nas escolas onde estudava, Waldizar era alvo de repressão dos professores porque, vez por outra, passava a rabiscar livros e cadernos. Nem os muros da escola escapavam. Era comum vê-lo desenhando figuras com carvão. Afinal, o gosto pela arte manual havia surgido nas paredes da vizinhança, nos desenhos de outros artistas. Essa passagem da infância estará registrada no livro que escreve sobre sua própria vida.

Sem data

“Minha Vida ... Minha Artes” não tem data definida para conclusão e nem a publicação. Enquanto a edição não chega, o artista deixa escapar trechos como o sonho de um dia poder estudar numa escola de Belas Artes, preferencialmente em Viena, na França.

Ele espera que seu sonho se concretize com a valorização de seus quadros antes de sua morte material, fugindo a regra do mundo artístico, onde as obras de grandes pintores ganham cifras astronômicas somente na posteridade.

O outro desejo é contar com um belo modelo feminino para concretizar uma pintura de nudismo no seu atelier. Ele acredita que se a oportunidade ainda não surgiu é porque aguarda a companheira amadurecer um pouco mais — ela é 40 anos mais nova —, pois o que não falta em sua terra natal é mulher bonita.

No entanto, enquanto esse dia não chega, Raimundo Waldizar Viana se dedica aos diversos estilos de pintura. Por falar nisso, ele contou que seus estilos preferidos são: o Retratismo, Realismo, Surrealismo e, também, o Cubismo.

SAIBA MAIS

Retratismo
É uma pintura, fotografia ou outra representação artística de uma pessoa. O mais famoso exemplo de uma obra retratista é a ´La Gioconda´, de Leonardo da Vinci. Os fotógrafos aprenderam com os artistas plásticos, a famosa regra dos terços.

Realismo
Surgiu na França no período das primeiras lutas sociais, sendo também objeto de ação contra o capitalismo progressivamente mais dominador.

Cubismo
Tendo como principais fundadores Pablo Picasso e Georges Braque, ocorreu entre 1907 e 1914. Tratava as formas da natureza por meio de figuras geométricas, representando todas as partes de um objeto no mesmo plano.

Surrealismo
Surgiu em Paris dos anos 20, enfatiza o papel do inconsciente na atividade criativa.

Mais informações:
Atelier Waldizar Viana, no município de Quixadá
(88) 3412 0347
E-mail: magusmasn@hotmail.com

ALEX PIMENTEL
Colaborador
Diário do Nordeste

sábado, 22 de novembro de 2008

Orkut lança sistema de bate-papo instantâneo

O Orkut começou a implementar nesta semana o serviço de bate-papo instantâneo por meio da rede social. O serviço é bastante similar ao Gtalk, utilizado no Gmail --a base da plataforma utilizada nos sistemas é a mesma. O Facebook já oferece um sistema parecido de conversa instantânea.

De acordo com o Google, dono do Orkut, o bate-papo será adicionado aos poucos no perfil dos internautas, até chegar a todos os usuários da rede social. A expectativa é que o processo seja completado nas próximas duas semanas.

"Tudo vai depender da carga que isso gerar no sistema. Vamos ver como a plataforma se comporta", afirma Félix Ximenes, diretor de comunicação do Google no Brasil.

Ele afirma que o novo chat não deve "canibalizar" o serviço que o Google já oferece no Gmail, dividindo os usuários.

"É um outro contexto, uma forma diferente de se comunicar. O Google Docs também tem sistema de comunicação entre os usuários que estão editando um documento", diz o executivo.

Fonte: Folha de São paulo

Garoto de 12 anos morre depois de exagerar em desodorante

Um garoto britânico de 12 anos morreu de arritmia cardíaca depois de exagerar na aplicação de desodorante dentro do banheiro de sua casa.
Daniel Hurley desmaiou devido ao excesso de solvente e morreu cinco dias depois no hospital.

Daniel havia inalado o desodorante Lynx Vice, comum no país. A embalagem traz um aviso contra o uso excessivo do produto e diz que o desodorante deve ser usado em locais bem ventilados.

O garoto, de Sandiacre, Derbyshire, na Inglaterra, foi encontrado pelo pai, Robert Hurley, desmaiado no banheiro, segundo o inquérito do legista, concluído na quinta-feira.

Segundo o pai, Daniel gostava de usar gel e desodorante e costumava borrifar também suas roupas.

O médico Andrew Hitchcock, que examinou Daniel, disse que não havia evidência de que ele havia usado álcool ou algum tipo de droga, e o legista Robert Hunter registrou um veredicto de morte acidental.

O legista se disse satisfeito com o nível de alerta que a Unilever, empresa que produz o desodorante Lynx Vice, fornece na embalagem do produto.

E afirmou que as pessoas devem ler embalagens e conhecer os riscos dos produtos que usam.
Fonte: BBC Brasil

CASSAÇÃO PELO TSE: Sete governadores ameaçados

Brasília. O uso da máquina pública nas eleições levou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pela terceira vez desde que foi criado, a cassar o mandato de um governador de Estado. Na quinta-feira, Cássio Cunha Lima (PSDB), governador reeleito da Paraíba, juntou-se a Flamarion Portela (Roraima) e Mão Santa (Piauí) no rol de governadores que perderam o mandato por abuso de poder político e econômico.

Cunha Lima foi condenado por distribuir 35 mil cheques - num total R$ 3,5 milhões - a eleitores do Estado, em 2006, como parte de um programa social que nunca foi oficialmente criado. Em alguns casos, os cheques eram elevados - acima de R$ 1 mil - e dados inclusive para colaboradores do governo, como o chefe da Casa Civil. Um dos cheques liberados chegou a R$ 56 mil.

Os sete ministros do TSE, por unanimidade, entenderam que a distribuição de cheques interferiu no resultado das eleições, especialmente porque a diferença de votos entre Cunha Lima e o segundo colocado, José Maranhão (PMDB), foi de apenas 17.650 votos, praticamente a metade do número de eleitores que receberam cheques do governador.

Com a decisão do TSE, na sessão de quinta-feira, José Maranhão vai renunciar ao mandato de senador para assumir o governo da Paraíba. Para isso, aguarda apenas a publicação do acórdão do julgamento, o que deve ser feito nas próximas semanas. Cunha Lima ainda pode recorrer, mas os ministros do tribunal já adiantaram que ele terá de esperar o julgamento dos prováveis recursos fora do cargo.

Outros casos - O TSE ainda pode cassar o mandato de outros sete governadores - Luiz Henrique (SC), Marcelo Deda (SE), Jackson Lago (MA), Ivo Cassol (RO), Marcelo Miranda (TO), Waldez Góes (AP) e José Anchieta (RR). Todos esses tem processos em trâmite no tribunal por denúncias de abuso do poder político e econômico, compra de voto, propaganda antecipada e distribuição de cargos e benesses concedidos em período eleitoral.

Dois deles - Ivo Cassol e Luiz Henrique - já foram cassados pelos tribunais regionais eleitorais e aguardam julgamento de recurso no TSE. O processo mais adiantado envolve o governador de Rondônia. Cassol é acusado de comprar de votos por meio de depósito bancário no valor de R$ 100 para os eleitores do Estado.

Apesar de cassado pelo TRE-RO, o governador permanece no cargo por uma decisão liminar dada pelo TSE. O presidente do tribunal, ministro Carlos Ayres Britto, afirmou que pretende cuidar pessoalmente para que esses processos sejam julgados o mais rápido possível. Em função das eleições municipais eles ficaram parados. ´Agora que a luz no fim do túnel já está sendo enxergada, vamos priorizar o exame dos processos de impugnação de mandato de governador de Estado´, afirmou Ayres Britto.

PARAÍBA
Maranhão assume governo pela 3ª vez

Brasília. Segundo colocado na eleição de 2006 na eleição para o governo da Paraíba, o senador José Maranhão (PMDB) disse ontem que assumirá o lugar do governador Cássio Cunha Lima (PSDB) logo que for publicado o acórdão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, na noite de quinta-feira, por unanimidade, cassou seu mandato por compra de votos. Avalia que isso ocorrerá em ´sete dias´.

Cássio já anunciou em João Pessoa que vai recorrer da decisão ao Supremo Tribunal Federal (STF). Mas Maranhão afirma que a iniciativa não suspenderá os efeitos da decisão da Justiça Eleitoral. Ele governará o Estado pela terceira vez. Na outra vez, ficou no cargo de 1995 a 2002, quando substituiu o governador Antonio Mariz, que morreu no início do mandato, e se elegeu por mais um período. Seu lugar no Senado será ocupado pelo empresário do ramo de comunicação Roberto Cavalcanti.

No ano passado, quando teve o nome incluído na relação de candidatos ao lugar de Renan Calheiros (PMDB-AL) para a presidência do Senado, Maranhão foi alvo de denúncias quanto à suspeita de enriquecimento ilícito. A Associação Nacional de Defesa da Administração Pública encaminhou ao Ministério Público denúncia de que seu patrimônio teria aumentado em 580% entre 1988 e 2006. O crescimento teria sido propiciado, entre outras coisas, pela aquisição de um rebanho de mais de 28 mil cabeças de gado, que só anos depois foi declarado à Receita Federal.

O senador disse que a denúncia é ´falsa e caluniosa´. ´Todo o meu patrimônio está declarado, não em uma, mas em todas as declarações do Imposto de Renda que eu fiz e aqueles dados estão bem demonstrados na declaração´.

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), defendeu Cássio, alegando que ele ´enfrenta poderosa e incessante perseguição de derrotados que não respeitam os resultados das urnas´.

Fonte:
Diário do Nordeste

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Ceará x Quixadá abre o Cearense de 2009

A Federação Cearense de Futebol divulgou a tabela do primeiro turno do Campeonato Estadual de 2009 nesta quarta-feira. A abertura da competição será entre Ceará e Quixadá, dia 10 de janeiro (sábado), às 16h30, mas ainda em local indefinido.

O Alvinegro foi punido pelo TJDF-CE com a perda de um mando de campo pelos incidentes ocorridos durante a partida contra o Horizonte, no Estadual deste ano. Assim, a definição do local do jogo deverá ser divulgada logo após o encerramento da Série B do Brasileiro.

Já o atual bicampeão, o Fortaleza, estréia no dia seguinte assim como os outros oito participantes. O Tricolor recebe o Itapipoca, em sua casa, no Estádio Alcides Santos. O Ferroviário, outro grande da capital, enfrenta o Horizonte, na Vila Elzir Cabral.

O Icasa, vice-campeão nos últimos dois anos, também joga em seus domínios encarando o Boa Viagem. Os dois clubes que subiram este ano, Guarany e Maranguape, duelam em Sobral, no Estádio do Junco.

Sem poder contar ainda com o Estádio Presidente Vargas, a Federação Cearense de Futebol (FCF) colocou os jogos do Ceará, como mandante, no Castelão. O primeiro clássico do Estadual acontecerá no dia 18 de janeiro, com Ferroviário e Ceará. Já o Clássico-Rei, entre Fortaleza e Ceará, será realizado no dia 1º de fevereiro.

Vale lembrar que a fórmula de disputa será a mesma deste ano. São dois turnos. Tanto no primeiro, quanto no segundo, os quatro primeiros colocados se classificam e fazem as semifinais (ida e volta 1º x 4º e 2º x 3º). Os vencedores se enfrentam na final, também em dois jogos.

Os campeões dos turnos decidem o campeonato. Caso uma equipe vença as duas etapas, será declarado campeão antecipadamente.

No entanto, duas mudanças significativas aconteceram em relação a este ano. As decisões dos turnos e do campeonato poderão ser realizada no interior, desde que o time leve para um estádio com capacidade para mais de 10 mil pessoas.

A outra alteração é com relação ao rebaixamento. Apenas um clube sofrerá a queda para a Segunda Divisão no ano seguinte, enquanto três equipes subirão da Série B. Assim, o campeonato de 2010 terá 12 participantes.

Abaixo, confira a primeira rodada do Cearense 2009:

10/01/2009

Ceará x Quixadá -16h - (portões fechados ou fora da Capital)

11/01/2009

Fortaleza x Itapipoca - Estádio Alcides Santos -16h - Fortaleza

Ferroviário x Horizonte - Vila Olímpica Elzir Cabral -16h - Fortaleza

Icasa x Boa Viagem - Estádio Romeirão -16h - Juazeiro do Norte

Guarany (S) x Maranguape - Estádio Junco -16h - Sobral

NO e NE têm piores resultados no Enem

Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, divulgados ontem, mostram que a nota média nacional na prova objetiva caiu quase dez pontos em relação ao ano passado: de 51,52 para 41,69. Na redação ocorreu o inverso, com ligeiro aumento da média nacional, de 55,99 para 59,35. Nos dois casos, a pontuação máxima é 100.

O carioca Renato Lopes, de 18 anos, da Escola Preparatória de Cadetes do Ar, teve a segunda melhor nota do país: 100 na redação e 96,83 na prova objetiva. O primeiro lugar, Caio Mancini, é do Espírito Santo.

O Rio Grande do Sul é o estado com maior nota média tanto na prova objetiva (45,06) como na redação (62,57). No teste objetivo, o Rio ficou em quarto lugar, com nota 44,05, atrás de São Paulo, que ocupa a segunda posição (44,86) e Santa Catarina (44,19), em terceiro. O Amazonas teve o pior desempenho, com 34,56.

Os 15 estados com médias mais baixas são do Norte e Nordeste. Na redação, o Rio aparece em quinto, com 60,30, atrás de Espírito Santo (60,60), Santa Catarina (60,41) e Minas (60,33). Alagoas segura a lanterna, com 56,13. Nesse caso, os 14 estados com pior rendimento são do Norte e Nordeste. O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse que o Enem não permite comparações de resultados entre edições diferentes, porque o grau de dificuldade varia a cada ano. Em 2009 ou 2010 um novo modelo vai ser executado pelo Ministério.

Clique aqui e confira seu boletim de desempenho

Lei Seca triplica prisões em rodovias do CE


Levantamento da Polícia Rodoviária Federal mostra que em cinco meses 60 motoristas foram presos no Estado

Em apenas cinco meses de Lei Seca em vigor no País — como ficou conhecida a Lei 11.705 — , 60 motoristas alcoolizados foram presos em rodovias cearenses. Como em igual período no ano passado, de um total de 38 pessoas detidas por crimes de trânsito, 20 estavam embriagadas, em 2008 o número de prisões efetuadas somente no período de 20 de junho a 20 de novembro por consumo de álcool triplicou, ou seja, aumentou em 300%.

Os dados são do último levantamento divulgado, ontem, pelo Departamento de Polícia Rodoviária do Ceará e levam, ainda, a duas constatações: a Lei Seca aumentou o número detenções de motoristas alcoolizados, mas não conseguiu dissuadir boa parte deles de beber mesmo quando vão conduzir um veículo.

“A Polícia Rodoviária Federal vê o problema com olhos de preocupação, porque a sociedade não está respeitando a lei”“ comentou o inspetor da PRF, Darlan Antares. E para que predomine a paz no trânsito, acrescenta, é preciso haver boas rodovias, fiscalização e “também condutores que respeitem as leis, limites de velocidade e sinalizações”.

Conforme ainda o último levantamento da PRF no Ceará, neste período de cinco meses aumentou em 118% o número de prisões efetuadas por diversos crimes de trânsito inclusos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), tais como lesão corporal culposa, homicídio culposo, prática de “rachas”, presença de teor de álcool entre os motoristas além do permitido, evasão do local de acidente e omissão de socorro.

A prática dos “rachas” também é vista como grave para a Polícia Rodoviária, explica o inspetor Darlan, porque causa vítimas e danos materiais, ao patrimônio público e privado.

Ainda quanto à Lei Seca, ele comenta que o infrator é quase sempre do sexo masculino na faixa etária entre 25 e 35 anos e as prisões são mais comuns e na capital e em municípios da Região Metropolitana de Fortaleza, como em Caucaia, Maracanaú, Maranguape, Eusébio e Aquiraz. No interior, destacam-se em desrespeito à Lei 11.705 os municípios de Jaguaribe, Sobral e Canindé. Ao contrário do que se imagina, em rodovias federais de todo estado também são comuns esse tipo de infração por parte dos motocilistas.

Tanto na capital como no interior, as prisões por uso de álcool é mais freqüente após as 22 horas e em fins de semana. “Nossa média é de duas prisões a cada dia nos fins de semana”, disse inspetor.

Apesar de reclamar de que nem sempre a Lei Seca é observada, o inspetor lembra que em alguns casos “hoje já se toma a providência de pedir para esposa dirigir ou então o motorista deixa o carro em casa quando pretende beber”.

BAFÔMETRO
Detran realiza 5.710 exames

Após 4 de julho, quando começou a aplicar o teste do bafômetro, até o último domingo, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) já realizou 5.710 exames para identificar o teor de álcool no condutor do veículo, resultando em 505 exames positivos, dos quais 262 no Interior e na Região Metropolitana e 243 na Capital.

As informações são do gerente de Fiscalização do Detran, Pedro Forte. Adianta que, entre as 505 ocorrência de exames positivos, 140 motoristas foram presos pois estavam em condições que caracterizavam crime no trânsito. No caso, eles apresentaram teor de álcool acima de três décimo de miligramas por litro de ar expelido do pulmão.

Além da detenção, esses motoristas tiveram a Carteira de Habilitação suspensa por um ano e receberam multa no valor de R$ 957,50. “Na realidade, essas penalidades são aplicadas se o exame do bafômetro apresentar resultado positivo. Agora, a prisão só é efetuada conforme o teor de álcool comprovado no condutor”, disse Pedro Forte.

Já o acompanhamento da Lei Seca realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC), somente neste mês, efetuou seis testes e autuações, seguidos de prisões dos condutores.

MOZARLY ALMEIDA
Repórter

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

RESULTADO DO ENEM: Resultados do Enem 2008 serão divulgados hoje

Estará disponível, a partir das 20h de hoje, dia 20, a consulta aos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio, Enem 2008. Cada participante poderá acessar a página do Inep para conferir o seu boletim individual de desempenho, com as médias alcançadas na parte objetiva da prova e na redação. Além da consulta pela Internet, os estudantes receberão, a partir da próxima semana, pelos Correios, o boletim de desempenho.



Assessoria de Imprensa do Inep

Câmara aprova cota de 50% em universidades e escolas federais

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (20), um projeto de lei que reserva pelo menos 50% das vagas nas universidades federais para estudantes que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas. A regra também vale para cursos técnicos profissionalizantes de nível médio. Neste caso, o estudante deve ter cursado o ensino fundamental em escola pública. O projeto ainda será analisado pelo Senado.

As vagas devem ser preenchidas por candidatos autodeclarados negros ou indígenas, "em número no mínimo igual à proporção de pretos, pardos e indígenas" na população do Estado onde fica a instituição de ensino. Para tanto, serão considerados os dados do último censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Um acordo entre os parlamentares também incluiu um critério social no sistema de cotas. Assim, 25% das vagas reservadas serão destinadas para aqueles que, além de terem estudado em escolas públicas, sejam de famílias com renda de até um salário mínimo e meio por pessoa (cerca de R$ 620).

"Havia outros projetos que também reservavam 50% das vagas apenas pelo critério racial, mas este é um projeto efetivamente social", destacou o deputado Paulo Renato Souza (PSDB-SP), ao defender a aprovação da matéria, depois do acordo.

No entanto, ele fez uma ressalva, dizendo que o projeto ideal levaria em conta apenas o critério social. "A questão da renda também resolveria o problema ligado à raça", ressaltou.

Se as vagas do sistema de cotas não forem preenchidas de acordo com os critérios estabelecidos, elas serão disponibilizadas para outros estudantes egressos de escolas públicas.

O Poder Executivo será responsável pela fiscalização do sistema nas instituições de ensino, que terão um prazo máximo de quatro anos para cumprir integralmente a determinação.

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

JURA QUE VAI SER PAGO: Telemar é multada em R$ 3 milhões pela Justiça Federal

A Telemar foi multada pela Justiça Federal do Pará em R$ 3 milhões por não cumprir decisão judicial de dispensar a contratação de provedores adicionais de conteúdo para os clientes do serviço de internet banda larga Velox em todo o país, menos o Rio de Janeiro.

A operadora telefônica foi notificada pela Justiça em 15 de outubro, após ação ajuizada pelo Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) para a mudança nas regras do Velox. A partir desse dia, a Telemar já deveria ter dispensado a contratação adicional de provedor, mas o MPF continuou recebendo denúncias de clientes que tentaram cancelar o provedor de conteúdo e não conseguiram.

A Telemar alegou que não tinha conhecimento da decisão judicial. A operadora também ajuizou embargos de declaração (pedido ao juiz de esclarecimentos de pontos da decisão que tenham sido considerados obscuros, omissos ou duvidosos), argumentando que não ficou claro o prazo para cumprimento da decisão e se o Rio de Janeiro também estaria incluído da medida, já que não constava na petição inicial.

Nova decisão judicial deferiu o embargo em parte, explicando que a medida não inclui o estado do Rio, pois lá tramita uma ação semelhante à movida pelo MPF/PA. No entanto, a alegação relacionada ao prazo foi considerada inválida, descartando dificuldades técnicas para o seu cumprimento imediato.
Agência Brasil

VERGONHA: Brasil ocupa 1º lugar em casos de mortes violentas

índice brasileiro de mortes violentas é praticamente o dobro de todos os outros países pesquisados pelo Ipea

Brasília. O Brasil ocupou o primeiro lugar em mortes violentas no estudo comparativo entre 11 países realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea). A pesquisa foi divulgada ontem e apontou, na análise da proporção estimada de mortes por danos intencionais, que a violência foi a causa de 4,69% das mortes ocorridas nos anos de 2002 a 2003.

Esse índice é praticamente o dobro de todos os outros países pesquisados: África do Sul, México, Argentina, Índia, China, Rússia, Espanha, Alemanha, Finlândia e Estados Unidos. “Quando vemos as mortes causadas por danos intencionais, verificamos que o índice no Brasil é praticamente o dobro de qualquer outro país. Não chega a ser o dobro da África do Sul, um país que teve apartheid. A violência, segundo dados da Organização Mundial de Saúde é algo que está produzindo uma verdadeira destruição do ponto de vista da sociedade brasileira”, avaliou o diretor do Ipea no Centro Internacional de Pobreza, o pesquisador Milko Maltijascic.

Esse dado refere-se à violência externa exclusivamente. Não inclui, por exemplo, danos auto-imputados, ou seja, suicídio, que no Brasil, de acordo com a OMS, representa um índice abaixo dos demais países. O índice também não inclui as mortes no trânsito.

A África do Sul, país que ocupou o segundo lugar na questão da violência, apresentou índice, nesse mesmo período, de 2,84%. Em países desenvolvidos como a Finlândia, a Alemanha e os Estados Unidos, os índices de mortes por violência ficou em 0,34%, 0,07 % e 0,65% respectivamente.

Caso interessante

O estudo Desenvolvimento e Experiências Internacionais Comparadas apontou ainda que o Brasil apresenta índices de mortes por doenças típicas tanto de países desenvolvidos, quanto de países pobres. “O Brasil é um caso interessante. Ao mesmo tempo em que tem um perfil de saúde de países em desenvolvimento, já apresenta vários sintomas de países desenvolvidos. O Brasil, com isso, tem todos os desafios a enfrentar”, alertou Maltijascic.

O estudo apontou ainda a dramática situação de países como a África do Sul e Índia que sofrem com altíssimos índices de infecção por aids. “A África do Sul tem um índice de 59% e temos a Índia com 20% infectados com a aids. São dados que estão fazendo recuar a qualidade de vida desses países”, avaliou Maltijascic.

VAI DÁ EM NADA: MENSALÃO MINEIRO:Valério e 26 denunciados

O empresário Marcos Valério e outras 26 pessoas, entre elas diretores e ex-diretores do Banco Rural, foram denunciados pelo Ministério Público Federal em Minas Gerais, por crimes relacionados ao chamado mensalão mineiro. O esquema vigorou em 1998 durante a campanha de reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB - MG) ao governo de Minas. O atual senador e outras 14 pessoas foram denunciados pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, em novembro do ano passado, por terem criado e desenvolvido na capital mineira um esquema utilizado posteriormente em âmbito nacional, que ficou conhecido como mensalão.

As provas da existência do esquema mineiro foram encontradas justamente durante a apuração do escândalo nacional. Os dois esquemas contaram com Valério, suas empresas e com o Banco Rural.

As denúncias oferecidas são desdobramentos do inquérito principal, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), devido ao foro privilegiado de alguns dos acusados pelo procurador-geral da República.

Em uma das denúncias, que também inclui o juiz federal do Tribunal Regional Eleitoral de Minas, Rogério Lanza Tolentino, o MPF acusa Valério de corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Tolentino é acusado de corrupção passiva e lavagem. As denúncias foram apresentadas à 4ª Vara da Justiça Federal em Belo Horizonte. Alguns acusados podem ser condenados a até 30 anos de prisão.

PREOCUPADO: Cid busca recursos para combater a fome no CE

Em um dos principais encontros do dia, Cid Gomes reuniu-se com o ministro Patrus Ananias (Desenvolvimento Social)

Brasília. O governador do Ceará, Cid Gomes articulou ontem em Brasília a aprovação das emendas de bancada para o Orçamento Geral da União além da ampliação das ações de segurança alimentar realizadas pelo governo federal no Estado. Entre elas o Programa do Leite e a construção de 80 mil cistenas.

Em uma intensa agenda na Capital Federal, Cid Gomes participou ainda de almoço oferecido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao presidente da Coréia do Sul, Lee Myung-bak que aconteceu no Palácio do Itamarati.

Em um dos principais encontros do dia, Cid Gomes e o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, discutiram a ampliação de ações do Ministério no Ceará. A pretensão é expandir o Programa do Leite, que compra o produto de agricultores familiares, e a construção de cisternas para atender as famílias que residem na região do semi-árido.

O ministro explicou que a intenção do governo federal é aumentar em 2009 o orçamento do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), elevando a cobertura em Estados com atendimento abaixo dos 30%, como é o caso do Ceará.

Em relação às cisternas, uma alternativa, proposta pelo governador Cid Gomes, é que a contrapartida do Estado seja de 50%, possibilitando a construção de mais 80 mil unidades nos próximos dois anos.

No Ceará, o Programa do Leite compra a produção diária de 1,7 mil pecuaristas de pequenas propriedades. São 52,2 mil litros distribuídos a 263 mil pessoas. No caso das cisternas, já foram construídas 32 mil unidades, garantindo água a 138 mil cearenses.

Compromisso antigo

Durante a reunião, o ministro Patrus Ananias ressaltou o compromisso do governador do Ceará com área social e os investimentos que tem feito neste setor. Cid Gomes lembrou que o Restaurante Popular de Sobral, uma parceria do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) com a Prefeitura local, já triplicou a quantidade de refeições servidas diariamente. Também participaram da reunião do secretário de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Onaur Ruano, e o secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Camilo Santana.

ANE FURTADO
Repórter

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

NOTA DE EXCLARECIMENTO 1

Exclarecimento ao comentário postado neste blog na data de 18/11/2008 o mesmo comentou a matéria públicada no jornal Diário do Nordeste:

Sábado, 15 de Novembro de 2008
Explosivos são apreendidos em Quixadá

Quixadá Equipes da Polícia Civil de Quixadá, da Segunda Companhia do 1º BPM, e do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da Décima Região Militar do Exército Brasileiro, efetuaram no começo da tarde de ontem, neste Município (a 158 Km de Fortaleza) a maior apreensão de explosivos no Ceará este ano. Toneladas de dinamite e de pólvora, além de milhares de artefatos inflamáveis e de munições, de diversos calibres, inclusive de uso restrito, foram localizadas nos fundos de um comércio de artigos de caça e pesca, no Centro desta cidade.

O arsenal estava escondido nos fundos da ´Casa do Caçador´, uma loja especializa em artigos do gênero situada na Rua José de Queiroz Pessoa, 1665, na área comercial de Quixadá. O depósito clandestino foi descoberto a partir de uma inspeção de rotina realizada pelo efetivo do Exército.

Ao fiscalizar a loja o capitão Abraão Costa suspeitou da atitude dos funcionários. Seguiu para a delegacia e pediu auxílio do delegado Francisvaldo Pontes dos Santos. Com o apoio de PMs, o prédio foi cercado.

Na inspeção, o delegado e o oficial do Exército ficaram surpresos com a quantidade de produtos inflamáveis estocados no local. O comandante da companhia da PM, tenente-coronel Luciano Domingos Barroso acompanhou a operação. Eles ficaram preocupados com os riscos para a vizinhança, caso o armazém viesse a explodir, o quarteirão inteiro seria destruído. Bastava apenas uma faísca no prédio mal conservado para que a detonação em série ocorresse.

Foram necessárias horas para que a mercadoria fosse retirada do depósito. O Exército teve que solicitar um caminhão de apoio para remoção da carga ao depósito de suprimentos da Décima Região Militar.

ALEX PIMENTEL
Repórter
Diário do Nordeste


Os Comentários foram.

Bem .
De fato a policia e o exercito fizeram bem em ter interditado o deposito .
É um caso de extremo perigo para os vizinhos e as demais pessoas.
Mais que fique bem claro que para esse tipo de mercadoria ser comercializada ela precisa da aprovação do exercito .
É no caso o dono do comércio tinha .
Outra coisa , corre ´´ boatos `` que o dono do comercio trabalha de forma ilegal , e tem formas ilícitas de ganhar dinheiro .

Bem...
Pra quem diz esse tipo de coisa que o cidadão no caso ( Sr. Agenor ). é isso , faz isso pra ganhar dinheiro , e outros boatos sem fundamentos,. Devia se enforma melhor sobre o caso , e procurar saber de fato quem é o Sr. Agenor .
Ao que me consta é uma pessoa de bem , que batalhou a vida toda pra ter seus bens .
E é inadimisivel aceitar certos boatos que as pessoas usando de má fé fazem sobre o cidadão.

Não querendo dizer que o blog esta fazendo esses boatos , até porque o blog não fez nenhum tipo de comentario. Que fique bem claro isso.
O blog esta de parabens por ter assuntos de enteresse da população .

18/11/08 14:40
Anônimo disse...
So lembrando tambem , que a mercadoria foi apreedida pelo fato da esta sendo mal armazenada , devido o deposito não ter condições adequadas para que a mercadoria fosse armazenada com segurança .
É não pelo fato de ser mercadoria ilegal ou fruto de meios ilícitos .
Que fique bem claro.

Quero deixar claro que não foi somente o blog que postou esta informação destaco aqui alguns links de grande jornais.
Diário do Nordeste
http://diariodonordeste.globo.com/noticia.asp?codigo=239663&modulo=967
Jornal o povo
http://www.opovo.com.br/opovo/ceara/835610.html

Agencia Nordeste de noticias
http://www.agencianordeste.com.br/index.php?idtipo=1&id_noticia=15713&id_rastro=Ex%C3%A9rcito%20apreende%2010%20toneladas%20de%20explosivos%20no%20Cear%C3%A1
Jornal o Globo
http://oglobo.globo.com/pais/mat/2008/11/15/policia_faz_maior_apreensao_de_explosivos_so_neste_ano_no_ceara-586418085.asp

Lembro que o nosso espaço esta reservado para que os acusados aqui caso queira se defender está aberto.

Ao nosso internauta parabéns pela explicação.