terça-feira, 30 de junho de 2009

Comissão da Câmara aprova redução da jornada de trabalho

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a redução da jornada de trabalho, de 44 horas para 40 horas semanais, aprovou na tarde desta terça-feira o relatório favorável apresentado pelo deputado Vicente Paulo da Silva (PT-SP), o Vicentinho.

Aprovada por unanimidade, a proposta também aumenta o valor da hora extra de 50% do valor normal para 75%.

Em tramitação há 14 anos no Congresso, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) deve ser votada pelo plenário no início de agosto, segundo o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), que preside a Força Sindical. Veja aqui a íntegra da proposta.

As centrais sindicais acompanharam a reunião da comissão. No ano passado, as centrais coletaram 2 milhões de assinaturas em todo o país, em defesa da redução da jornada, que foram entregues ao Congresso Nacional.

Impacto reduzido

A última redução do período semanal de trabalho no país ocorreu na Constituição de 1988, quando a jornada caiu de 48 horas para 44 horas. Para Vicentinho, a redução da jornada terá pouco impacto nas empresas, pois a média da duração do trabalho no país já é inferior às 44 horas previstas na Constituição.

Além disso, o parlamentar afirma que, segundo dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a carga de 40 horas semanais, seguida da manutenção do patamar salarial, significará um crescimento de apenas 1,99% no custo da produção.

Anunciada construção da adutora do açude Pedras Brancas no valor de R$ 22 milhões


A deputada Rachel Marques (PT) anunciou nesta terça-feira (30/06) o lançamento do edital para a construção da adutora do açude Pedras Brancas, que irá abastecer o município de Quixadá. De acordo com a parlamentar, a obra será licitada no valor de R$ 22 milhões, e irá resolver um problema crônico da cidade. Até o ano passado, segundo ela, Quixadá passava por racionamento de água, onde cada setor urbano era abastecido somente cinco dias a cada semana.

Rachel Marques explicou que a nova adutora, com capacidade de vazão de 451 metros cúbicos por hora, irá assegura o abastecimento da cidade por 20 anos, permitindo a realização e a manutenção de projetos de desenvolvimento, como a usina de biodiesel, os campi da Universidade Federal e Cefet. A obra, conforme afirmou, irá liberar o açude do Cedro para a pesca e o turismo.
Para destacar a importância da adutora, Rachel frisou também que a regularidade do abastecimento de água irá propiciar melhores condições de saúde. E, somado a outras realizações do Governo, como o saneamento, irá prevenir enfermidades como a dengue, reduzindo a infestação do mosquito transmissor da dengue.

A deputada revelou que a adutora terá 22 quilômetros de extensão, abastecendo além da sede o distrito de Juatama. A obra “irá resolver completamente o problema de abastecimento, uma vez que a antiga adutora, com capacidade de vazão de 350 mil litros por hora também continuará em operação”, informou.

Rachel Marques, durante o seu pronunciamento, saudou os aprovados em concurso para escrivão, do Governo do Estado, que ainda aguardam nomeação. Esse pessoal, segundo ela, já recebeu treinamento e aguarda somente a convocação para o trabalho.


Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social
comunicacao@al.ce.gov.br

Ladrões roubam 30 mil reais de empresa em Quixadá

Ontem dia 29 de junho de2009 , por volta das 20 h 30 min., na Rua Rodrigues Junior, Centro de Quixadá, Francisco Vinicius Soares, 20 anos, solteiro, atendente de telefonia, natural de Quixadá, foi abordado por dois indivíduos, em uma moto Titan 150, de cor azul, sem placa, sendo que um estava de jaqueta preta, armados com revolveres, que o coagiram e subtraíram dele a quantia de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), que seria depositada na agencia do Banco do Brasil, o dinheiro pertencia a empresa de telefonia “ LOCAL “, localizada na rua José Maria Rocha, 103 – Centro.

Os acusados fugiram tomando rumo ignorado. A VTR 1412 composta pelos PPMM SGT ALBERTO – SD MOESIO – SD R. SILVA, juntamente com a MP 463 composta pelo CB BEZERRA e o SD ROBSON, e ainda o CB EVILASIO, diligenciaram por toda a área, mas não obtiveram êxito na captura dos acusados. Vale salientar que a vitima compareceu a DRPC para os devidos procedimentos.

O que tudo chama a atenção é que uma única pessoa iria fazer um deposito de um valor tão alto sozinho e sem proteção policial. A população tem que perceber que não de pode mais andar com grande quantidade de dinheiro. No mínimo a empresa deveria ter chamado uma equipe da policia militar para fazer a proteção do jovem. Por sua vez andar com 30 mil é colocar a vida em risco, dessa vez estes bandidos levaram o dinheiro, em muitas vezes a vida torna-se alvo.

A cada dia aumenta os números de assaltos em Quixadá, dessa vez a quantia foi bem maior do que nas últimas vezes. No dia 17 de e fevereiro de 2009 a agencia do banco do Brasil em Quixadá foi furtada, os ladrões levaram quase 900 mil Reais daquela agência, vale lembrar que até o presente momento ninguém foi preso.

IDT oferece 34 vagas de empregos na unidade de Quixadá

Em Quixadá o mercado oferece 34 vagas de empregos, através do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho, os interessados devem procurar a Unidade do IDT de Quixadá, a mesma está situada à Rua Epitácio Pessoa, para obter maiores detalhes das vagas deve ligar para os números (88) 3445-1044 ou 3445-1043. O Portal de Noticias do Sertão Central não tem nenhum vinculo com as vagas.


Algumas vagas estão a mais de dois meses sem o preenchimento. Tudo indica que a conseqüência é a falta de experiência dos candidatos. Hoje sem qualificação e experiência conseguir entrar em uma empresa e se firmar é uma tarefa bastante difícil. Aos jovens só restam torcer pela boa vontade dos empresários que ainda não valoriza o futuro trabalhador.

Portal de Noticias do Sertão Central a informação em tempo real com credibilidade.
www.diariocentral.blogspot.com
portaldiariocentral@gmail.com
jacksonperigoso@folha.com.br

Caminhoneiros interditam CE-456 próximo a Choró

Irritados com demora na recuperação de rodovia estadual, motoristas acampam no meio da pista e enfrentam Polícia


Choró. Mais de 30 caminhões bloqueiam a circulação de veículos na CE 456, entre os municípios de Choró e Canindé. Os motoristas protestam contra a precária condição de tráfego no desvio construído pelo Departamento de Edificações e Rodovias (DER) em um trecho destruído pelas águas de uma barragem rompida nas imediações da malha viária no início de maio. Só pretendem sair do local quando for confirmado o início das obras e definido o prazo de conclusão.

Os caminhoneiros estão acampados na rodovia desde a tarde do último domingo, na localidade de Croata, a cerca de 15km do Centro de Choró. Eles bloqueiam a passagem de qualquer tipo de veículo. O acesso é liberado apenas para ambulâncias e viaturas policiais. Motociclistas não são impedidos, mas têm que utilizar o acostamento tomado pelo mato. Quem quiser cruzar o Estado pelo Sertão Central terá que percorrer pelo menos 150km a mais, dizem os motoristas.

Uma equipe da Companhia de Patrulhamento Rodoviário (CPRv) de plantão no posto de fiscalização de Quixadá esteve no local. O subtenente Wilame Araújo informou ter sido orientado a analisar a situação e enviar relatório para o Comando da Polícia Militar. Ele ouviu as reclamações e reivindicações do grupo. Respeitou o ponto de vista deles e orientou a agirem de forma pacífica.

A postura da patrulha da CPRv de Canindé não foi a mesma quando chegou ali no início da tarde. Segundo os motoristas, além de tentarem obrigá-los a retirar os veículos de carga da rodovia ainda efetuaram disparos de armas de fogo para intimidá-los. O clima ficou tenso. Só foi amenizado após contato telefônico com lideranças políticas. Os patrulheiros receberam ordens para permanecer no local, garantindo a ordem e a segurança do grupo que protestava.

Sobre a rodovia estadual, o superintendente adjunto do DER, César Barreto, assegurou a construção de um novo desvio ainda nesta quarta-feira. A obra estará pronta dentro de algumas horas. Quanto à reconstrução do bueiro carreado pelas águas, demorará pelo menos 90 dias. O prazo foi confirmado por operários do órgão estadual que se encontravam no local. São pelo menos 30 dias nos trabalhos de concretagem e outros 60 no aguardo da cura do cimento. O Distrito Operacional de Aracoiaba realizará os serviços.

Apesar da garantia divulgada pelo DER, os caminhoneiros só pretendem liberar a CE 456 quando começarem a ver as máquinas trabalhando.


ENQUETE
A situação das rodovias causam prejuízos?

José Roniely da Costa
30 ANOS
Motorista

A gente sofre viajando pelas estradas. Mais ainda quando há chuva e a lentidão na restauração das pistas

Rafael Oliveira da Silva
22 ANOS
Motorista

Pelo menos as CEs o Governo do Estado se preocupa em recuperá-las. As BRs estão completamente abandonadas.

ALEX PIMENTEL
Colaborador
Diário do Nordeste

Distrito de Dom Maurício em Quixadá realiza Semana Cultural

Esta semana o distrito de Dom Maurício valoriza a cultura do município e da localidade. Os 1500 moradores da comunidade vivenciarão a XIII Semana Cultural na quadra da Escola de Ensino Fundamental Flávio Marcílio. Lá as pessoas poderão conferir apresentações artísticas, culturais, encontros e festivais, nos períodos da manhã, tarde e noite, durante os próximos sete dias.

O evento teve suas primeiras movimentações no último domingo pela manhã, onde a equipe da Secretaria de Comunicação e Mobilização Social com o Trio da FelizCidade, esteve à frente de uma alvorada, desejando a todos um bom dia e convidando toda a comunidade a participar da semana cultural.

Hoje, as atividades da semana intitulada “Serra de encantos que encanta”, realizada pelo Grupo Cultural de Dom Maurício e patrocinada pela Secretaria de Educação, Fundação Cultural de Quixadá e pelo Sindicato dos Servidores Públicos (SINDSEP), prosseguem com a entrega das tarefas da gincana cultural, danças folclóricas, esquete teatral e muito forró.


Programação de terça e quarta-feira
30/6 – terça-feira

9h – Apresentação das tarefas da gincana cultural – 1ª parte

19h30min – Danças folclóricas infantis

20h – Encerramento da gincana cultural

20h30min – Show de talentos infantis

21h – Apresentação de teatro infantil

22h – Forró do lacinho



1/7 – quarta-feira

9h – feira de artesanato produzido pela comunidade local

15h – Encontro com pais e filho. Tema: adolescência

19h30min – Quadrilha improvisada

20h – Festival de quadrilhas e forró da vassoura

Informação do site da prefeitura de Quixadá
www.quixada.ce.gov.br

Edital para contratação de 4 mil professores será aberto para consulta pública

A consulta começa nesta terça (30). A anúncio foi feito por Cid Gomes, durante Governo Itinerante.

A partir desta terça-feira (30) estará aberto para consulta pública o edital para a realização de concurso de preenchimento de 4 mil vagas para professor da rede pública do Estado. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (29) pelo governador Cid Gomes, durante a realização do Governo do Ceará na Minha Cidade, no município de Altaneira, na Região do Cariri. O edital será publicado no site da Secretaria da Educação e receberá as sugestões durante 15 dias. O edital será definitivamente publicado no Diário Oficial até o dia 20 de julho e será destinado, exclusivamente,para professores do ensino médio.

Durante o Governo Itinerante, foram anunciadas obras de pavimentação de vias, recuperação de estradas, construção de postos de saúde, praças e mercados públicos. Essas ações serão executadas nos municípios da Região do Cariri, através de termos de celebração entre o Governo Estadual e as prefeituras municipais. As obras, assim como os serviços que foram anunciados, são indicações de deputados estaduais que, através do Programa de Cooperação Federativa (PCF), direcionam recursos dos orçamento para investimentos nos municípios. O pacote de obras soma investimentos da ordem R$ 6,7 milhões.

O PCF permite que cada deputado estadual direcione, por ano, R$ 800 mil, em investimentos nos municípios. Já para os deputados federais e senadores, o limite chega a R$ 2 milhões. Os municípios contemplados com o pacote anunciado, além de Altaneira, são: Abaiara, Assaré, Barbalha, Baixio, Brejo Santo, Campo Sales, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Grangeiro, Mauriti, Missão Velha, Penaforte e Salitre.

No Governo Itinerante também foram anunciadas medidas de beneficiamento dos produtores rurais da região. Dois tanques de resfriamento de leite foram entregues para agricultores de Jati e Farias Brito. Cada equipamento contempla 20 famílias e provoca incremento de 40% na renda de cada produtor. Além do tanque, o Estado doa para cada produtor kits de higienização de ordenha, que inclui iodo, reagente, balde para limpeza, papel toalha, detergente. Cada associação recebe também um kit de análise da qualidade do leite. Os municípios de Lavras da Mangabeira, Saboeiro, Cariús e Iguatu foram beneficiados com o Projeto Mandala, que capacitará durante trinta dias produtores no desenvolvimento dos processos produtivos do Sistema Holístico Ambiental Mandalla (SHAMas).

Na área do desenvolvimento social foram assinados convênios de adesão ao Programa de Apoio as Reformas Sociais (Proares), nos municípios de Assaré, Santana do Cariri e Araripe. Cada município atendido realizou um Plano Participativo Municipal para definir com a população o equipamento que deverá ser instalado naquele município. São vinte cidades a cada ano. Também foram assinados com as prefeituras de Altaneira, Salitre e Juazeiro do Norte convênios para a implantação do projeto “Criando Oportunidades” para qualificação de 25 trabalhadores por municípios.

Educação:

Durante a solenidade, que marcou o dia que Altaneira foi a capital do Ceará, o governador Cid Gomes, e os secretários Maurício Holanda (Adjunto da Educação), René Barreira (Ciência e Tecnologia) e Auto Filho (Cultura) realizaram audiência pública com o tema “Educação e Cultura”. Na ocasião, Cid Gomes assinou a ordem de serviço para as obras de reforma da Escola de Ensino Médio e Fundamental Santa Teresa, no valor de R$ 149,6 mil. O governador se mostrou convicto de que a educação é o único caminho para o desenvolvimento do Estado. “A qualidade da educação vai mudar a face do nosso Estado” destacou. No ensino superior, o Governo Estadual, ao longo dos quatro anos, está dobrando o orçamento das entidades. Para atender a crescente demanda do ensino médio, estão sendo construídas cem escolas com oferta de ensino médio profissionalizante.

O ensino fundamental, mesmo de responsabilidade dos municípios, está sendo incrementado com a implantação do Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic). “A partir de experiências bem sucedidas, estamos implantando o Paic em todo o Ceará, avaliando individualmente as crianças para que os resultados norteiem as ações dos municípios”, explicou o governador. Para as escolas com melhor desempenho na alfabetização, o governo lançou o Prêmio Escola Nota Dez que distribui, por ano, R$ 30 milhões para as escolas que obtiverem desempenho com média acima de 8,5.

Sobre o Governo Itinerante, Cid Gomes reiterou o sentido prático das ações que, em muitos casos, se transformam em benefícios para a população local. “Esse é o momento para que os secretários de Estado conheçam os problemas de cada região, de cada município e busquem soluções para cada um deles”, definiu Cid Gomes. Na terça-feira (30), o Governo do Estado na Minha Cidade segue para o município de Arneiroz, na Região dos Inhamuns.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 3101.6247)

O Povo erra: Paulista foi vítima de acidente com paraquedas


O POVO errou ao informar na matéria “Rapaz morre após saltar de paraquedas”, publicada na edição de ontem, que o estudante baiano João Ângelo Fernandes Monte Negro, 19, havia morrido após cair durante salto de paraquedas realizado em Quixadá. Na realidade, quem morreu na queda foi o paulista Natã Firmino da Silva, 45, que caiu de uma altura aproximada de três mil metros.

Conforme o instrutor Júlio Falcão, profissional que ministrava o treinamento no município no último sábado, João Ângelo, na verdade, era o piloto do monomotor
Skydive PT IGB 182, que conduziu Natã e outros dois esportistas para o salto naquela tarde.

De acordo com Falcão, Natã Firmino da Silva era um paraquedista experiente que praticava o esporte desde os seus 18 anos. Para ele, o mais provável é que Natã tenha sentido algum problema de saúde ao saltar, uma vez que não havia qualquer indicativo dele ter sequer tentado abrir o paraquedas.

Segundo Falcão, quem assistiu ao salto teria percebido que o paraquedista não fazia nenhum movimento após sair do avião, caindo em queda livre sem qualquer reação. O corpo de Natã foi localizado a dois quilômetros do campo de aviação do município.

O instrutor destaca que todos os equipamentos necessários ao salto estavam funcionando bem, inclusive os de segurança. Ele diz ainda que a mulher de Natã esteve no mesmo dia em Quixadá e informou que o marido alguns dias antes havia se queixado de palpitações e dores no peito. Falcão lembra que os outros dois paraquedistas que pularam com Natã abriram os paraquedas e chegaram ao solo sem problemas.

Telefonemas
Para os pais do piloto João Ângelo, Rose e Ângelo Girão, boa parte do dia ontem foi de dar explicações aos parentes e amigos espalhados em Mossoró e Natal, no Rio Grande do Norte, e em São Paulo, que telefonavam apreensivos para saber sobre o acidente. Ângelo Girão disse que a preocupação de todos era porque João Ângelo planejava fazer curso de paraquedismo. O POVO pede desculpas a João Ângelo, seus familiares e amigos.

Obs: Mais um erro do Jornal O Povo, o corpo foi encontro não no campo de aviação e sim na fazenda São bento.

Extraída do site do Jornal O povo com adaptações
http://www.opovo.com.br

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Ceará terá 22 grandes shows gratuitos em julho

Maria Rita, Jota Quest, O Rappa, Charlie Brown Jr., Arthur Lima, Paralamas e Titãs farão show

A partir da próxima quinta-feira (2) começa a terceira edição do “Férias no Ceará” , evento promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria do Turismo. Serão 22 shows de artistas nacionais acontecendo em todas as regiões do Estado.

A sequência de shows terá início com a banda Jota Quest, em um palco montado em Barbalha. Além dos mineiros, o público cearense poderá conferir Maria Rita, O Rappa, Charlie Brown Jr. e o pianista Arthur Moreira Lima, além das bandas Paralamas do Sucesso e Titãs em show conjunto. Todos os shows são gratuitos e começam a partir das 20h.

Confira a programação:

02/07 Jota Quest - Barbalha; 03/07 Jota Quest - Viçosa

04/07 Maria Rita - Fortaleza; 05/07 Maria Rita- Quixadá

09/07 Paralamas / Titãs - Crateús; 09/07Arthur Moreira Lima - Fortaleza

10/07 Paralamas / Titãs - Sobral, 11/07 Paralamas / Titãs - Fortaleza /Arthur Moreira Lima - Caucaia

12/07 Paralamas / Titãs - Juazeiro; 13/07 Arthur Moreira Lima - Guaramiranga

15/07 Arthur Moreira Lima - Canindé; 16/07 O Rappa - Iguatu;

17/07 O Rappa - Icapui; Arthur Moreira Lima - Quixeramobim

18/07 O Rappa - Fortaleza; 19/07 O Rappa - Tauá / Arthur Moreira Lima - Ipú

23/07 Charlie Brown Jr. - Crato; 24/07 Charlie Brown Jr. - Camocim

25/07 Charlie Brown Jr. - Fortaleza

26/07 Charlie Brown Jr. - Canoa Quebrada

Presidente do COMDICA de Ibicuitinga é contra o toque de recolher


O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA) José Ronialisson, comentou sobre as últimas atitudes de conselhos tutelares sobre o toque de recolher que estar sendo adotado em algumas cidades brasileiras.


”A Respeito dos direitos os individuas são primordiais para vida do ser humano, não concordo plenamente com a medida (toque de recolher), mas é preciso que seja discutido também: Os fatores que geram medidas repressivas como essa adotada, como a falta de compromisso dos governos atuais em reparar erros históricos, cometida contra as crianças, principalmente por esse sistema econômico que quer excluir, é gera desigualdades sociais, que precisão ser combatidas com idéias, bons projetos da sociedade civil, e acima de tudo do governo, é preciso redirecionar os recursos para crianças e os adolescentes, não conheço a realidade do município de Quixadá, mas acredito que deva ter menores em situação de abandono familiar, então como fica esses meninos que moram nas ruas?.

É preciso sim ter medidas repressivas, mas que seja contra quem comete ou induz a criança e o adolescente, que explora, essas pessoas têm que ser punidas severamente. É preciso se trabalhar a família também, além de tudo, esse maldito sistema econômico”. Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Ibicuitinga (COMDICA) José Ronialisson.

Informação extraída com adaptações do blog
http://ibicidadenoticias.blogspot.com

Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente é contra “Toque de Recolher”


NOTA DO CONANDA SOBRE “TOQUE DE RECOLHER*

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA), principal órgão nacional do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente, no uso de suas atribuições legais de deliberar e fiscalizar as políticas nacionais para a infância e juventude, reunido em sua 175º Assembléia Ordinária, aprova o presente *parecer contrário* ao procedimento denominado Toque de Recolher - proibição de circulação

de crianças e adolescentes nas ruas no período noturno-, adotado em algumas cidades do País, por meio de portarias de Juízes da Infância e Juventude.

1) As portarias judiciais não podem contrariar princípios constitucionais e legais, como o direito à liberdade, previsto nos artigos 5 e 227 da Constituição Federal Brasileira, e nos artigos 4 e 16 do ECA - direito à liberdade, incluindo o direito de ir, vir e estar em
espaços comunitários;

2) Os artigos 145 a 149 do ECA dispõem sobre as competências e as atribuições das Varas da Infância e Juventude. Os artigos citados não prevêem a restrição do direito à liberdade de crianças e adolescentes de forma genérica, e sim restrições de entrada e permanência em certos locais e estabelecimentos, que devem ser decididas caso a caso, de forma fundamentada, conforme o artigo 149;

Nota Completa. Clique.

Tragédia no céu de Quixadá: Paraquedista morre após salto


Neste fim de semana um evento de voo livre terminou após uma tragédia em Quixadá. A Rampa do Urucum uma das mais famosas pistas de voo livre do mundo fica localizada no distrito de Juatama em Quixadá, 166 km de Fortaleza.

O experiente paraquedista Natã Firmino Da Silva, 45 anos, casado, natural de São Paulo, sofreu um trágico acidente e veio a óbito depois de sofrer uma queda livre, mais ou menos quatro mil metros de altura. O corpo esfacelado com fraturas por várias partes foi encontrado na fazenda São Bento por um colega.

Ao tomar conhecimento do acidente, uma equipe da delegacia Regional de Policia Civil foi até o local. O local que o corpo estava num matagal de difícil acesso. O corpo foi conduzido ao campo de aviação de Quixadá. Horas depois uma equipe do Instituto Médico Legal da cidade de Quixeramobim levou para fazer os procedimentos médicos.

Informações dizem que Natã Firmino tinha uma vasta experiência no paraquedismo, com uma marca de mais 300 saltos. Aparentemente o paraqueda não foi acionado por paraquedista, possivelmente o mesmo tenha ficado inconsciente durante o salto.

Natã era afiliado à Confederação Brasileira de Paraquedismo (CBPq). Se dedicava ao esporte desde os 18 anos. As informações foram colhidas com outros pára-quedistas que haviam fretado o monomotor Skydiver prefixo PTIGB 182 para realizarem os saltos.


Na opinião do instrutor da Federação Cearense de Paraquedismo, Falcão Costa, o paraquedista perdeu a consciência ao pular do avião. Era a primeira vez que ele saltava com a turma orientada por sua equipe. Ao prestar depoimento à Polícia, Falcão Costa esclareceu que os dispositivos que acionam o paraquedas não foram acionados. Estavam nos seus slots. A esposa da vítima contou que recentemente Natã havia se queixado de dores no peito, chegando a procurar um médico para exames.

O delegado Edílson Sobrinho encaminhará os equipamentos para perícia técnica no Instituto de Criminalística (IC).

O voo livre no município de Quixadá tem condições para quebras de recordes de vôo em distancias com térmicas fortes podendo voar até 300 km uma combinação de ventos fortes de 45 km e temperaturas altas, indicado para pilotos avançados.

Quixadá é considerado o melhor local da América do Sul para a prática de parapente e Asa Delta. As fortes correntes de ar quente da região arremessam os pilotos e possibilitam longos vôos. Por isso, o município é sede do Campeonato Internacional de Voo Livre "XCeará", desde 1989.

Modalidade esportiva surgiu nos anos 70

O voo livre surgiu no início dos anos 70. O parapente ou paraglider, como passou a ser conhecido internacionalmente, chegou dez anos depois. Os alpinistas foram os pioneiros. Após escalarem montanhas na Europa utilizavam o equipamento para descer, voando. No Brasil, os voos de asa-delta ganharam popularidade com o francês Stefan Dunoyer, com a realização de exibições publicitárias do Rio de Janeiro e São Paulo, em 1974. O capacete, cinto de segurança, paraquedas de emergência, mosquetão, rádio de comunicação, altímetro e GPS são equipamentos essenciais para a prática das duas modalidades.

Por respeito e ética o Portal de Noticias do Sertão Central não colocará imagens do estado do corpo da vitima.

Comerciante é vitima de latrocínio em Quixadá



Ontem 28 de junho de 2009, por volta das 12h10 na Avenida Estados Unidos, 2643 no Bairro São João em Quixadá, um indivíduo identificado apenas por “Binha”, ao tentar assaltar um comércio, assassinou com um tiro no peito, o dono daquele estabelecimento que na ocasião, tentou reagir. O homicida fugiu sem levar nenhum objeto da vítima. A vítima trata-se de JURANDIR DE OLIVEIRA DE LIMA, 65 anos, natural de Quixadá-CE, casado; comerciante e residente no local do fato. Quando a patrulha Policia Militar chegou ao local, a vítima já havia sido conduzida ao hospital, mas veio a falecer logo em seguida.



QUIXADÁ

ACIDENTE DE TRANSITO NÃO FATAL.

Domingo dia 28/06/2009, por volta das 16h;40min, na rua Rodrigues Junior, s/n – Centro, GERARDO GONÇALVES MARQUES, 54, solteiro, vendedor, natural de Quixadá, conduzindo um FIAT IDEA ELX FLEX, colidiu com uma moto HONDA FAN 125, conduzido pelo cidadão identificado apenas pelo nome de CIDI, ambas as vitimas foram socorridas para o hospital Eudásio Barroso, com escoriações. A VTR 1412 composta pelos PPMM – CB MARLOS – CB DEUSDEDITH – SD ROBSON, tomando conhecimento do fato, compareceu ao local adotando todas as medidas cabíveis, juntamente com uma fração do DMT.



QUIXADÁ

ACIDENTE DE TRANSITO NÃO FATAL



No dia 27/06/2009, por volta das 19h:15min, na estrada do Cedro, um CELTA, conduzido por ANTONIO FLAVIO MUNIZ MAGALHÃES, 45 anos, casado, colidiu frontalmente com um posto da rede elétrica, que causou apenas danos matérias. A VTR 1412 composta pelos PPMM CB MARLOS – CB DEUSDEDITH, tomando conhecimento do fato, compareceu ao local juntamente com o DMT, adotando todas as medidas legais.



QUIXADÁ

OCORRÊNCIA ENVOLVENDO VTR PM

No dia 28/06/09 por volta das 05h00, enquanto fazia uma abordagem a elementos suspeitos de estarem portando arma de fogo, a VTR RP 1222, que estava parada, e tinha como composição os PMs: Cb André (Cmt); Cb Ailton (motorista) e Sd Sousa Lima (Pat.) foi derepentemente alvo de uma colisão que causou várias avarias na parte lateral dianteira esquerda daquela: pára-choques; capu; paralamas e farol. O carro que colidiu na VTR 1222 trata-se de um Ford Escort GL,estava sendo conduzido por JOSÉ MILTON ELÓI BRITO FILHO, 22 anos,lavador de carros, natural de Quixadá-CE e residente no Repartidor, Cedro – Quixadá-CE. Vale salientar que o mesmo encontrava-se com sintomas de embriaguês e foi levado ao IML Quixeramobim-CE para fazer exame etílico.



Obs: nada foi encontrado com os elementos que estavam sendo abordados



Informações da Policia Militar



domingo, 28 de junho de 2009

Sanfoneiro supera desafios em Choró


A perda da visão quando ainda era jovem não limitou Manoel Gonzaga na arte da sanfona de 80 baixos

Choró. Um cego que toca e encanta. É assim que Manoel Gonzaga Pinheiro, de 55 anos, que reside no município de Choró, se apresenta para seu público sempre em festas religiosas, casamentos, batizados, vaquejadas, aniversários e festas juninas na região. Ele sobrevive do toque da sanfona desde os 15 anos de idade, quando perdeu a visão.

A cada pedido musical ele mostra a sua arte, levar a música tocada com o coração, um bem sem escolher a quem. Homem simples, aposentado por tornar-se portador de deficiência visual, ele recebe do Instituto Nacional de Seguridade Social R$ 415,00. Mesmo assim, diz gostar do que faz. “Esse é meu mundo: tocar sanfona”.

Mensalmente o fã de Luiz Gonzaga gasta com remédios e alimentação uma média de R$ 300,00. Fica R$ 115,00 para as despesas das viagens em suas apresentações sertão afora.

Sempre acompanhado dos seus inseparáveis amigos Otacílio Primo de Oliveira e Elizabethe Ferreira Arruda, o sanfoneiro, que tem uma visão privilegiada dos teclados da sua sanfona — uma Universal de 80 baixos comprada por R$ 400,00 — vai ganhando a vida sem muita pressa, no entanto, com alegria. “Fiquei órfão de pai e mãe com um mês de nascido e fui criado por meus familiares, que também são pobres, mas com o passar do tempo tive que buscar uma profissão para sobreviver. Foi uma vida muito difícil, como ainda hoje é. Cheguei a passar fome, mas Deus foi generoso comigo, me deu essa arte”, agradece seu Manoel. “Eu ainda estou tocando porque meu amigo Otacílio, que me ajuda tocando pandeiro, ajeitou o instrumento que tem os teclados quebrados”, afirma o homem que leva o nome de Gonzaga, o Luiz “Rei do Baião”, o maior sanfoneiro do Brasil.

Segundo Manoel, seu grande sonho é um dia poder tocar ao lado de Valdonys, Dedim Gouveia e Dominguinhos. Mas enquanto esse encontro não chega, o melhor mesmo é ir tocando a vida, ou melhor, sua sanfona velha, como dizia Luiz Gonzaga. “Se um dia encontrar com o governador Cid Gomes, vou pedir a ele uma sanfona nova de presente. Tenho certeza que ele é um homem de bom coração e não me negaria o pedido”, sonha seu Manoel Gonzaga, que perdeu a visão por completo ainda jovem.

Por cada apresentação, o sanfoneiro andarilho não tem cachê certo. Recebe ajuda das pessoas presentes nas apresentações. “Aqueles que são conhecedores da arte de tocar sanfona chegam a colocar na bandeja até R$ 50,00, mas tem muitos que não colocam nada”, lamenta o artista.

Para seu Manoel Gonzaga, os momentos mais inesquecíveis de sua vida e que ficaram gravados na memória foram suas participações nas festas de São Francisco das Chagas do Canindé, que anualmente ocorrem de 24 de setembro a 4 de outubro, e na noite de Natal, também na terra da fé.

Otacílio de Oliveira, que viaja pelas cidades cearenses acompanhando o sanfoneiro, diz que ele mora em sua residência e, que seu Gonzaga tornou-se uma espécie de irmão. “Nós gostamos muito dele, é uma pessoa humilde, não tem maldade no coração. Tudo que ele mais quer na vida é continuar tendo esse privilégio de tocar sanfona e nada mais”, revela o companheiro.

Dona Elizabethe, esposa de seu Otacílio, compara Manoel Gonzaga a uma criança. “Durante suas folgas, nos momentos que ele está sem tocar, seu divertimento é ouvir as músicas de Luiz Gonzaga. É tudo para ele”, comenta ela.

Enquanto não chega o presente de uma sanfona nova, seu Gonzaga vai arrastando o fole nos 80 baixos que ainda resiste ao tempo.

Mais informações:
Manoel Gonzaga, Rua São Sebastião, 216, Choró

Diario do Nordeste
http://diariodonordeste.globo.com

Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente é contra “Toque de Recolher”

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) enviou para este Blog nota repudiando o Toque de Recolher, prática que vem sendo implantada em vários municípios brasileiros por alguns juízes. Isso, para preservar crianças e adolescentes da violência. Confira a nota:

NOTA DO CONANDA SOBRE “TOQUE DE RECOLHER*

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA), principal órgão nacional do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente, no uso de suas atribuições legais de deliberar e fiscalizar as políticas nacionais para a infância e juventude, reunido em sua 175º Assembléia Ordinária, aprova o presente *parecer contrário* ao procedimento denominado Toque de Recolher - proibição de circulação
de crianças e adolescentes nas ruas no período noturno-, adotado em algumas cidades do País, por meio de portarias de Juízes da Infância e Juventude.

1) As portarias judiciais não podem contrariar princípios constitucionais e legais, como o direito à liberdade, previsto nos artigos 5 e 227 da Constituição Federal Brasileira, e nos artigos 4 e 16 do ECA - direito à liberdade, incluindo o direito de ir, vir e estar em
espaços comunitários;

2) Os artigos 145 a 149 do ECA dispõem sobre as competências e as atribuições das Varas da Infância e Juventude. Os artigos citados não prevêem a restrição do direito à liberdade de crianças e adolescentes de forma genérica, e sim restrições de entrada e permanência em certos locais e estabelecimentos, que devem ser decididas caso a caso, de forma fundamentada, conforme o artigo 149;

3) O procedimento contraria a Doutrina da Proteção Integral, da Convenção Internacional dos Direitos da Criança, em vigor no Brasil por meio da Lei 8.069 de 1990 (ECA) e a própria Constituição Federal Brasileira, tendo em vista a violação do direito à liberdade. A apreensão de crianças e adolescentes está em desconformidade com os
requisitos legais por submeter crianças e adolescentes a constrangimento, vexame e humilhação (arts. 5 e 227 da CF e arts. 4, 15, 16, 106, 230 e 232 do ECA). Volta-se a época em que crianças e adolescentes eram tratados como “objetos de intervenção do estado” e não como “sujeitos de direitos”. A medida significa um retrocesso, tendo em
vista que nos remete à Doutrina da Situação Irregular do revogado Código de Menores e a procedimentos abusivos como a “Carrocinha de Menores” e outras atuações meramente repressivas executadas por Comissariados e Juizados de Menores;

4) Em muitos casos, a atuação dos órgãos envolvidos no Toque de Recolher denota caráter de limpeza social, perseguição e criminalização de crianças e adolescentes, sob o viés da suposta proteção;

5) Não se verifica o mesmo empenho das autoridades envolvidas na decretação da medida aludida em suscitar a responsabilidade da Família, do Estado e da Sociedade em garantir os direitos da criança e do adolescente, conforme dispõe o ECA. Inclusive, a própria legislação brasileira já prevê a responsabilização de pais que não cumprem seus
deveres, assim como dos agentes públicos e da própria sociedade em geral. No mesmo sentido, por que as autoridades envolvidas no Toque de Recolher não buscam punir os comerciantes que fornecem bebidas alcoólicas para crianças e adolescentes ou que franqueiam a entrada de adolescentes em casas noturnas ou de jogos, ou qualquer adulto que explore crianças e adolescentes?

6) Nenhuma criança ou adolescente deve ficar em situação de abandono nas ruas, em horário nenhum, não só durante as noites. Para casos como esses, assim como para outras situações de risco, o ECA prevê medidas de proteção (arts. 98 e 101) para crianças, e adolescentes e medidas pertinentes aos pais ou responsáveis (art. 129);

7) Os Conselhos Tutelares são órgãos de proteção e defesa de direitos de crianças e adolescentes (arts. 131 a 136 do ECA) e não de repressão ou punição. O Fórum Colegiado Nacional dos Conselhos Tutelares já se manifestou contrariamente ao Toque de Recolher;

A polícia não deve ser empregada em ações visando o recolhimento de crianças e adolescentes. Nesse sentido, o Estatuto e a normativa construída nos últimos 19 anos prevêem a necessidade de programas de acolhimento com educadores sociais que façam a abordagem de crianças e adolescentes que se encontrem em situação de rua e/ou de risco. Muitas vezes, os abusos sofridos nas próprias casas geram a ida de crianças e
adolescentes para as ruas. Nesses casos, a solução também não é o toque de recolher. O adequado é a atuação dos órgãos e programas de proteção, acolhimento e atendimento às crianças, aos adolescentes e às famílias. Devemos destacar que, diante de situações de risco em que se encontrem crianças e adolescentes, qualquer pessoa da sociedade pode e deve acionar os programas de proteção e/ou os Conselhos Tutelares, assim como todos da sociedade têm o dever de agir, conforme suas possibilidades, visando prevenir ou erradicar as denominadas situações de risco;

9) O procedimento do Toque de Recolher contraria o direito à convivência familiar e comunitária, restringindo direitos também de adolescentes que, por exemplo, estudam à noite, frequentam clubes, cursos, casas de amigos e festas comunitárias;

10) Conforme os motivos acima elencados, o Toque de Recolher contraria o ECA e a Constituição Federal. É uma medida paliativa e ilusória, que objetiva esconder os problemas no lugar de resolvê-los. As medidas e programas de acolhimento, atendimento e proteção integral estão previstas no ECA, sendo necessário que o Poder Executivo implemente os programas; que o Judiciário obrigue a implantação e monitore a execução e que o Legislativo garanta orçamentos e fiscalize a gestão, em inteiro
cumprimento às competências e atribuições inerentes aos citados Poderes.

* Nesses termos, o Conanda recomenda:

1) Que todos os municípios tenham programas com educadores sociais que possam fazer a abordagem de crianças e adolescentes que se encontrem em situações de risco, em qualquer horário do dia ou da noite, visando os encaminhamentos e atendimentos especializados previstos na Lei;

2) Que todos os Municípios, Estados e União fortaleçam as redes de proteção social e o Sistema de Garantia de Direitos, incluindo Conselhos Municipais da Criança e do Adolescente, Conselhos Tutelares, Varas da Infância e Juventude, promotorias e delegacias especializadas;

3) Que o Conselho Nacional de Justiça inclua em sua pauta de discussões o Toque de Recolher, objetivando orientar as Varas da Infância e Juventude sobre a ilegalidade e inconstitucionalidade do procedimento.

Brasília, 18 de junho de 2009.

As Montanhas do Sertão de Quixadá

O clima semi-árido é um dos mais eficientes agentes intempéricos. Agindo durante milhares de anos no Nordeste ele foi responsável pela erosão das vertentes, originando picos rochosos isolados, os chamados Inselbergs, através da pediplanação do relevo o que levou o Geógrafo uspiano Jurandyr Ross classificar este relevo como uma depressão, mesmo que ainda haja montanhas incravadas nesta grande planície.

O termo "Inselber" do alemão, “monte ilha”, foi proposto pelo geógrafo alemão Walther Penck, um dos pais da geomorfologia climática que propôs a teoria da pediplanação em oposição à teoria do ciclo geográfico de Willian Morris Davis. Penck por sinal, além de pesquisador era também montanhista e como ele trabalhou na Argentina, aproveitou para escalar por lá, tanto que há uma montanha de mais de seis mil metros por lá com o seu nome.

Apesar de pouco usual entre o público geral, um Inselberg é o mesmo que um Pão de Açúcar, o que muda é o clima em que ele está inserido. No entanto, ambos são evoluídos da mesma maneira. Segundo Ab’Saber, Inselberg, é o resto de relevo saliente em meio a uma paisagem de planície semi-árida, oriunda de uma longa história erosiva relacionada a processos secos. Pão de Açúcar: Monte rochoso e desnudo encravado em uma paisagem de mar de morros, dotada de rochas decompostas e vegetação florestal.

Só existem Pães de Açúcar em áreas de massas rochosas compactas, pouco diaclasadas, tais como bolsas de granitos, massas de gnaisses lenticulares e migmatitos. Na sua história, um Pão de Açúcar de hoje pode ter sido um Inselberg do tempo em que o clima era seco. De qualquer forma, ele é definido pela paisagem e pelo clima que hoje predominam na área onde aparece. Um Pão de Açúcar não pode ser chamado de Inselberg, porém em sua história fisiográfica, pode ter passado de Inselberg a Pão de Açúcar e vice-versa, por várias vezes.

No interior do Nordeste ocorrem concentrações de Inselberg que marcam a paisagem do Sertão. Apesar da beleza cênica, estas montanhas são desconhecidas do público geral e também dos escaladores, sendo uma paisagem potencial para a prática de escalada em rocha. Depois de diversas viagens ao Nordeste, pude conhecer de perto estes gigantes e sonhar com a conquista de novas vias em pleno Sertão.

As principais Aglomerações situam-se em Quixadá-CE, Itatim-BA, Milagres-BA e Pedra Azul-MG, além de muitos points ao longo da BR-116 em Minas. São centenas de Inselbergs com suas paredes virgens esperando por um explorador. Para os mais aventurados fica um convite à conquista, apesar do calor!



Pico do morro agudo em Aracoiaba, Ceará.


Morro Agudo, muito potencial para vias tradicionais.


Afloramentos próximos a Quixadá, Ceará.


A pedra da Galinha em Quixadá, Ceará.


Paisagem do açude construído por Pedro II em Quixadá. Oásis no Sertão.


Em meio á planície surgem os Inselbergs. Quixadá, Ceará.


Inselberg em Quixadá


Foto anterior sem o zoom.


Pico da ponta Aguda em Itatim na BA. A igrejinha serve de escala para esta colossal montanha.




Concentração de inselbergs próximo á Pedra Azul – MG.


Inselbergs mineiros de Pedra Azul.


Inselberg na estrada que dá acesso ao município de Pedra Azul no Norte de Minas.


Pico ao lado da Br 116 próximo à Teófilo Otoni em Minas-Gerais


Conjunto de Inselbergs quase na divisa com a Bahia em Minas.

Fonte: http://www.altamontanha.com

sábado, 27 de junho de 2009

Comitê de Segurança Pública define metas

A Prefeitura de Quixadá e a Comissão de Atendimento à Mulher, estiveram representadas por Antonia Alfredina de Sousa, que compõe o quadro da Coordenadoria de Políticas para as Mulheres, órgão vinculado ao Gabinete do prefeito.

No encontro de ontem ficou definido que no dia 1 de julho haverá uma caminhada pela paz, patrocinada pelo comércio local, que não participou tão ativamente de um caminhada realizada no inicio do mês de junho. O primeiro evento pela paz contou com a participação de representantes dos segmentos político e social do município, como a Associação Comercial e Industrial de Quixadá (ACIQ), Maçonaria, CDL, Policia Militar, Igreja Católica, Igreja Protestante, Policia Civil, Prefeitura e Câmara dos vereadores.

A presidente do Legislativo municipal, Edi Leal, cobrou uma ação mais definida do comitê e propôs a realização de uma audiência pública com o governador Cid Gomes. “ O encontro com o governador vai viabilizar o que o propomos na audiência realizada com o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Monteiro. Nós ainda não fomos atendidos e a conversar com o chefe do Executivo estadual é o caminho para que o pedimos seja posto em prática”, comentou Edi. Ela reprovou a atitude do comércio em não ter aderido a primeira caminhada, que coletou 2 mil assinaturas, em prol a maior segurança.

Agentes da Policia Civil sentem dificuldades na realização dos seus trabalhos. Segundo o delegado Edílson Sobrinho, o órgão realiza suas atividades com apenas dois inspetores e falta viaturas para um melhor atendimento aos quixadaenses. Já o coronel Rômulo Tavares, da Policia Militar, acredita o Ronda do Quarteirão garantirá um clima de paz em Quixadá. O projeto do governo do Estado está para ser implantado no município. A promessa é de que no inicio de julho 35 policias que comporão o quadro do Ronda reforcem o patrulhamento no município.

Informação do site da Prefeitura de Quixadá.

Uso do capacete em Quixadá não será liberado, diz DMT

Está circulando na cidade de Quixadá, boatos que a partir do dia 1º de julho de 2009 não será mais obrigatório o uso de capacete. A idéia foi vista como positiva para os mototaxistas, cujos reclamam que seus clientes não gostam de usar capacetes, dizem que após a obrigatoriedade a clientela tem caído bastante. Com receio dos últimos assaltos a discussão ganhou fôlego por parte de populares.

Entramos em contato com o coordenador do Departamento Municipal de Trânsito de Quixadá, Wellington Viana, o mesmo informa que não procede essa informação, ou seja, conforme a legislação de trânsito é obrigatório o uso do capacete, diz que a lei será fiscalizada a fim do seu cumprimento, visando a proteção dos usuários de motocicletas.

O uso do capacete além de obrigatório é uma segurança para os usuários de motocicletas. Questionar a não obrigatoriedade com argumentos que o uso facilitar a ação de bandidos é esconder o causador principal que é a falta de policialmente na cidade.

O mototaxista Ivanildo de Oliveira, 42 anos, com 5 anos que atual na profissão, diz que é totalmente contra o uso do capacete. “Os passageiros não querem usar, já fui multado porque um passageiro ao longo da viagem tirou o capacete, sem eu ver o guarda mim multou”. Perguntado se com a liberação ele não iria usar o capacete, diz que usaria porque protege dos possíveis acidentes. Oliveira tem seu ponto entre as Ruas Basílio Pinto com a Rua Francisco Enéias de Lima.

Diferente de Oliveira o jovem Francisco Giliarde Alves, 18 anos, com 8 meses na área, é contra a liberação do capacete, na sua visão é um instrumento que protege o mototaxista e o passageiro em um acidente. “Não podemos pensar somente na nossa proteção o passageiro também tem que estar na garupa com segurança.”. Ao lado de Giliarde estava Antonio Alexandre da Silva ferreira, 26 anos, denuncia que somente no seu ponto 5 motos foram assaltadas este ano. “Os bandidos estão com capacetes iguais aos mototaxistas que são cidadãos, mas como a determinação de usar o capacete a policia não sabe que é o assaltante”.

Contrariando os mototaxistas o senhor José Pereira de Souza, 65 anos, diz que não tem nada demais usar o capacete se “é obrigado é porque protege, então tem que ser usado mesmo” diz o cliente. Tudo indica que o tema ainda deverá render muitas discussões.

Segundo os entrevistados, trabalhando 7 dias por semana dá pra fazer uma renda mensal de R$ 350,00 a R$ 500,00. As chuvas reduziram os seus ganhos, com a chegada do verão a expectativa é de fazer uma boa renda mensal. Um fator que atrapalha é grande quantidade de mototaxistas que não são legalizados, “como não tem mais fiscalização todo mundo que não tem emprego e tem uma moto, coloca um colete e se passa por mototaxista” reclamam.

Veja o que diz a lei:
Lei Nº 9.503, de 23 de setembro de 1997

Art. 54. Os condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores só poderão circular nas vias:

I - utilizando capacete de segurança, com viseira ou óculos protetores;

II - segurando o guidom com as duas mãos;

III - usando vestuário de proteção, de acordo com as especificações do CONTRAN.

Art. 55. Os passageiros de motocicletas, motonetas e ciclomotores só poderão ser transportados:

I - utilizando capacete de segurança;

II - em carro lateral acoplado aos veículos ou em assento suplementar atrás do condutor;

III - usando vestuário de proteção, de acordo com as especificações do CONTRAN.

Veja o qeu diz a resolução 203 de 29 de setembro de 2006

Considerando o disposto no inciso I dos artigos 54 e 55 e os incisos I e II do artigo 244 do

Código de Transito Brasileiro,
Resolve:
Art. 1º É obrigatório, para circular na vias publicas, o uso de capacete pelo condutor e
passageiro de motocicleta, motoneta, ciclomotor, triciclo motorizado e quadriciclo motorizado.

§ 1º O capacete tem de estar devidamente afixado à cabeça pelo conjunto formado pela cinta
jugular e engate, por debaixo do maxilar inferior.

§ 2º O capacete tem de estar certificado por organismo acreditado pelo Instituto Nacional de
Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO, de acordo com regulamento de
avaliação da conformidade por ele aprovado.

Art. 3º O condutor e o passageiro de motocicleta, motoneta, ciclomotor, triciclo motorizado e
quadriciclo motorizado, para circular na via pública, deverão utilizar capacete com viseira, ou na ausência desta, óculos de proteção.

Mãe acorrenta filho usuário de drogas em Quixadá


Menor viciado em maconha e crack fica preso numa grade até a chegada de conselheiros tutelares em Quixadá

Quixadá. A auxiliar doméstica Maria Francilene Soares de Almeida, 35 anos, tomou uma atitude desesperada para livrar o filho das drogas. Ela acorrentou o menor de 15 anos, F.D.S., a uma grade, na creche transformada em abrigo para a família. Não suportava mais ver o mais velho de quatro irmãos consumindo crack pelas ruas de Quixadá. Para sustentar o vício, além de levar pequenos objetos de casa, ele já estava se envolvendo com traficantes. “A alternativa que tive foi acorrentá-lo”, desabafou.

Mas logo o coração de mãe bateu mais forte. Francilene solicitou a presença dos conselheiros tutelares de Quixadá em seu abrigo. Relatou que chegou a pensar em matá-lo e em seguida praticar suicídio. Foi detida pela mãe, Raimunda Soares de Almeida, e orientada a mantê-lo ali, preso a uma corrente até a chegada de alguma autoridade pública. No fim da tarde, o filho foi libertado.

Os conselheiros tutelares Lucilene Xavier e Talvanes Alves atenderam o chamado. Flagraram o menor com um cadeado no pulso, sentado num banquinho, ao lado da grade onde funcionava a cantina da Creche Sorriso de Criança, no bairro Campo Novo. Não bastassem as lágrimas da mãe, se comoveram mais ainda em saber que além do filho viciado e de outras três crianças, Francilene ainda está criando uma menina, cuja mãe a havia abandonado pelas drogas.

“Bamba”, como é mais conhecida a conselheira, informou que o caso do adolescente será apresentado ao juiz da Vara da Infância e da Juventude de Quixadá. O menor que abandonou os estudos faz três anos poderá ser encaminhado ao centro de reabilitação de dependentes químicos situado na periferia da cidade, na Fazenda Novos Horizontes, ou recolhido a uma unidade correcional, na Capital. A mãe não foi denunciada por cárcere privado, já que solicitou amparo do órgão tutelar do município.

Sobre o vício, o menor confessou ter adquirido a partir da liberdade de ir para onde quisesse, a qualquer hora do dia ou da noite. Logo lhe ofereceram maconha e depois o crack. Hoje, usa os dois. Compra o “kit” por R$ 5,00.

A mistura das duas substâncias entorpecentes é chamada de “mesclado”. Quando não tem dinheiro, troca por tudo quanto é objeto que pode apanhar em casa ou furtar. Da última vez foi um par de sandálias, da mãe.

Alex Pimentel
Colaborador
Diário do Nordeste

Presos tentam fugir da cadeia publica em Quixeramobim


De acordo com os policias militares que estavam de serviço na guarda da cadeia pública, por volta da meia noite perceberam um barulho estranho que vinha do interior do presídio.

Depois de averiguado, foi constatado que a cela de nº 3 estava com suas grades cerradas em quatro locais diferentes, ou seja, estava em curso os preparativos para a fuga de 14 perigosos detentos, que praticaram os mais diversos crimes como: latrocínio, homicidas, estupradores e traficantes de drogas.

A guarda solicitou reforço a 2ª Companhia do 1º BPM, que enviou de imediato um pelotão para aumentar a segurança do presídio, dessa forma evitando a concretização da fuga.

Ainda na vistoria executada pela PM foram encontrados dois pedaços de serra de aço no interior da cela.
As investigações estão apontando para a possibilidade das serras terem entrado no presídio, ontem, quarta-feira, por ocasião da visita dos familiares dos presos.

Acionada na manhã de hoje, a Prefeitura de Quixeramobim mandou recuperar as barras de ferros serradas.
A Polícia Militar comunicou o fato a Delegacia de Polícia Civil e ao Judiciário.

Fonte: Crisanto Teixeira - Radialista e Jornalista
http://www.crisanto.jor.br

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Toque de recolher: Jackson Perigoso dá entrevista ao Diário do Nordeste


Em vigor desde 9 de junho, o toque de recolher, que em Canindé ganhou novo nome, já tem resultados positivos

Fortaleza. Uma medida tomada em conjunto com os pais, crianças e adolescentes. Foi assim que o município de Canindé também passou a usar, desde 9 de junho, o toque de recolher na cidade. Mas lá recebeu o nome de Projeto Toque de Acolher. De acordo com o juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Canindé, Antônio Josimar Almeida Alves, esta cidade foi a pioneira do Estado a baixar a medida — portaria 006/ 2009 — que disciplina horário de permanência e circulação de crianças e adolescentes em logradouros públicos. “Saímos na frente”, disse o juiz da Infância e da Juventude.

De acordo com a portaria, crianças até 12 anos incompletos podem ficar nos logradouros públicos até 20 horas, desacompanhadas dos pais ou responsáveis; adolescentes de 12 a 16 anos incompletos, até 22 horas, desacompanhados dos pais ou responsáveis; e adolescentes de 16 a 18 anos incompletos, até 23 horas, desacompanhados dos pais ou responsáveis. Neste último caso, existe uma tolerância até 23h30 para os alunos que estudam à noite.

O juiz disse que foi feita uma reunião com os adolescentes e pais em um colégio do município. “Procuramos ouvir sugestões da comunidade e discutir o conteúdo com os jovens. No início, eles fizeram aversão, mas, depois de conhecer o conteúdo da portaria, eles passaram a apoiar o projeto”, afirmou o juiz.

Antônio Alves informou que o objetivo do projeto é restabelecer autoridade dos pais para com os filhos, forçando-os a acompanharem e fiscalizarem a conduta dos filhos. O outro intuito é que os jovens compreendam que não têm só direitos, mas obrigações para com a família e a sociedade.

Mesmo com pouco tempo em vigor, o projeto, de acordo com o juiz, já está tendo resultados positivos. “Antes da portaria, havia muitos atos infracionais durante a noite, como roubos, assaltos, principalmente, furto de celulares, além de muito adolescente usando drogas. No entanto, após a portaria, praticamente não se ouviu mais falar nisso”.

Mesmo tendo deficiência de viaturas para realizar a fiscalização, Antônio Alves disse que as blitze pela cidade são realizadas três dias seguidos. “Contamos com o apoio da Prefeitura, por meio das secretarias de Saúde, Educação e Ação Social, que cedem o carro”. A fiscalização é feita por uma equipe de 30 pessoas do Conselho Tutelar, Juizado da Infância e Juventude, S.O.S Criança, Guarda Municipal e Polícia Militar, que dá segurança na ação. “O bom é que os pais estão apoiando a iniciativa”.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Canindé e também secretário de Ação Social da cidade, Antônio Alves Pereira, disse que tem dado “total apoio ao projeto. Esta ação é uma atitude louvável, já que tem tirado jovens das ruas e tem contribuído muito para acabar com a marginalidade e prostituição”, disse o secretário. Ele comentou ainda que os comerciantes e empresários estão se unindo e aderindo ao programa. “Também queremos dar oportunidade a esses jovens, inserindo-os em programas sociais e no mercado de trabalho. É um resgate de cidadania”.

Quem também está apostando no sucesso do projeto é o pai Luís Anildo Bezerra. Ele, que é comerciante, disse que o “Toque de Acolher” está fazendo com que os jovens tomem consciência de seus atos. “É uma medida preventiva e diferente, pois o juiz está indo para a rua, evitando que os jovens cometam delitos. Além disso, é uma maneira de manter o convívio familiar, porque faz com os filhos fiquem em casa com os pais”, comentou ele.

Outro morador de Canindé, o agente pastoral Noé Bezerra, também disse que é favorável à medida que está sendo realizada na cidade. “Isso é necessário devido às circunstâncias que estamos vivenciando. Os adolescentes estão muito soltos. Os pais não estão conseguindo acompanhar seus filhos e essa medida vem justamente para tentar reverter isso”. Para ele, a partir de agora, os pais vão procurar ter mais cuidado com seus filhos. “É importante o projeto porque os vagabundos estavam utilizando menores para fazerem ações erradas”.

Em Fortaleza, o toque de recolher está sendo discutido. No Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza, segmentos da população trabalham no sentido de definir regras de conduta quanto a permanência de menores de 18 anos nas ruas no horário noturno. Reuniões já foram realizadas.

SERTÃO CENTRAL

Medida restritiva divide opiniões

Quixadá. Reportagem publicada ontem no Caderno Regional, sobre o início do toque de recolher em Quixadá, provocou polêmica na região. Embora apenas restritiva a uma área da cidade, a Feira de Animais, a medida adotada pelo Ministério Público deste município do Sertão Central, aplicada pelo Conselho Tutelar por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta firmado com a Empresa de Serviços e Negócios de Quixadá (Empresq), está provocando discussão em vários segmentos da região. O assunto ganhou destaque na mídia local. Além dos conselheiros, muitos pais são a favor da ampliação do toque de recolher nas cidades onde a falta de controle se acentua. Os jovens são contra. Além de Quixadá, Quixeramobim e Boa Viagem enfrentam o problema.

A professora Vera Lúcia Furtado, presidente da Apapeq e membro do Conselho da Criança e do Adolescente de Quixadá (Comdica), vê a iniciativa como a alternativa mais rápida para coibir os abusos e riscos aos quais os menores são submetidos. Ela é a favor do toque de recolher em toda a cidade, mesmo que os dois filhos menores tenham passado a fazer “cara feia”, quando passou a demonstrar apoio à medida. Para ela, os pais estão se omitindo de seus papéis e, nessas horas, mesmo contrariando os interesses de alguns, é preciso agir. Ela acredita que a Justiça atenderá o anseio da maioria.

O universitário e representante da União Municipal dos Estudantes, Jackson Perigoso, considera a decisão absurda. O acadêmico de Direito deu destaque à reportagem do Diário do Nordeste no seu blog. Taxou a medida como autoritária e inconstitucional, um “abuso de poder”. Ele afirma ser um defensor dos direitos individuais e da liberdade de escolha. Para ele, a solução não está no cerceamento da liberdade dos jovens. Cita como exemplo a prostituição infanto-juvenil, associada à fome e às péssimas condições de educação.

A conselheira Maria Vládia Silva, uma das representantes dos direitos das crianças e adolescentes de Quixeramobim, entende não haver outra opção. Não é possível fugir da realidade. Na sua cidade esse trabalho já é feito em parceria com a Autarquia Municipal de Trânsito e a Polícia Militar. Agem quando é necessário, mas ela não descarta a possibilidade de uma mobilização maciça para aprovação e aplicação da polêmica norma.

Em Boa Viagem, a conselheira Alvanir Araújo Leal está ansiosa pelo início do trabalho nas ruas da cidade. Furtos, roubos, crimes praticados por menores estão se acentuando. A prostituição também. Segundo ela, está se tornando cada vez mais comum ver meninas nas esquinas durante as noites. O juiz Pedro Pia de Freitas já foi cientificado da necessidade da fiscalização, mas, segundo a conselheira, exigiu a participação dos agentes da Infância e da Juventude. Por enquanto a situação se agrava.

A reportagem tentou contato com os Comdicas das três cidades. Nenhum dos telefonemas foi atendido. Quanto aos juízes das comarcas da região, as chamadas telefônicas não foram atendidas.

Mais informações:

Fórum Dr. Gerôncio Brígido Neto
1ª Vara da Comarca de Canindé
(85) 3343.5030
Câmara de Dirigentes Lojistas
(85) 3343.0103
Secretaria de Ação Social de Canindé - (85) 3343.2400

Alex Pimentel
Colaborador

Evelane Barros
Repórter
Diário do Nordeste

Deputada critica toque de recolher em Quixadá


Parlamentar do PSDB disse que estabelecer horário de circulação de crianças é ´rasgar´ a Constituição Federal

A deputada Tânia Gurgel (PSDB) criticou ontem, em pronunciamento na Assembléia, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado pelo Ministério Público (MP) com a Empresa de Serviços e Negócios de Quixadá (Empresq) proibindo a entrada de menores a partir das 18 horas na Feira de Animais, administrada pela empresa, em Quixadá.

Segundo ela, o TAC, divulgado na edição de ontem do Diário do Nordeste, fere o artigo 5º da Constituição Federal, que garante o direito de ir e vir de todos os cidadãos, e o Estatuto da Criança e do Adolescente. Estes motivos seriam suficientes, segundo a deputada, para que o MP não tivesse proposto o Termo de Ajustamento de Conduta, que, na visão da tucana, se configura como toque de recolher.

Tânia Gurgel destacou que segundo a matéria publicada neste Jornal, a justificativa para a proibição acertada no TAC, foi para evitar venda de bebida alcóolica para menores e exploração sexual, porém tal argumento não justifica a atitude tomada pelo MP.

“A empresa diz que não tem como controlar venda de bebida, abuso e exploração sexual e propõe um TAC? isso é inadmissível”, disse. Ela lamentou o fato de o MP fazer parte do acordo. “A partir das 18 horas crianças e adolescentes são consideradas infratores? Estamos prejulgando. Quero dizer, sem medo, que está faltando políticas sociais”, analisa.

Ausência

Além de políticas públicas, Tânia Gurgel aponta a falta de acompanhamento do MP nos crimes contra crianças e adolescentes, bem como punição para os que cometem abusos contra menores.

O deputado Welington Landim (PSB) diz não haver punição para aqueles que abusam de crianças, ressaltando que “não vê donos de hotéis, taxistas e agenciadores sendo punidos. São esses os que facilitam a exploração sexual”, disse.

Informações do Diário do Nordeste
www.diariodonordeste.com.br

Homem é assassinado com 6 tiros em Quixadá

Mais um homicídio foi registrado em Quixadá. Ontem, 25/06/2009, por volta das 21h 30 min na Travessa Recreio no Bairro Herval, nas proximidades do nº 363, dois indivíduos em uma moto de cor escura, efetuaram seis disparos contra Sarney Pinheiro do Nascimento, 27 anos, amasiado, desocupado, natural de Quixadá. Os indivíduos ao efetuarem os disparos, tomaram rumo ignorado e a vitima caiu já sem vida no local. As viaturas da policia militar foram empregadas na ocorrência, saturando toda a área da cidade de Quixadá e circunscrição. Até o presente momento foi identificado e preso como um suspeito, o mesmo encontra-se recolhido a delegacia de policia civil de Quixadá para averiguação.



O Portal de Noticias do Sertão Central não revelará o nome do possível autor porque ainda não foi confirmado se ele foi realmente é o autor do crime.





FURTO EM ESTABELECIMENTO COMERCIAL EM QUIXADÁ.


No dia 25/06/2009, por volta das 12h: 15 min, Na Rua Rodrigues Junior, 1060 – Centro desta cidade, mas precisamente na loja de automotores NEW CAR, de propriedade de Luiza Maria Lima Almeida, 29 anos, casada, comerciante, natural de Quixadá, foram furtadas duas caixas amplificadas da marca ESTET som, no valor de três mil reais as duas, os autores do furto não identificados, tomaram rumo ignorado. A VTR 1412 composta pelos PPMM CB Marcio – SD Edinelton – SD Sabino, tomando conhecimento do fato compareceu ao local adotando todas as medidas cabíveis, e diligenciando juntamente com a VTR 1222 compostas pelos PPMM CB Marlos – CB Deusdedith –CB Pacheco, que até o presente momento não obtiveram êxito.